TESTEMUNHOS CRISTÃOS

FUTEBOL, DROGAS E VIOLÊNCIA - TESTEMUNHO DE UM EX-HOOLIGAN

Alô, meu nome é Jean e eu era um hooligan. A realização em minha vida era estragar aquilo que outros haviam construído.

TESTEMUNHO CRISTÃO

Todos sabemos do enorme impacto evangelístico que representam os testemunhos cristãos.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

A história de milagre de Bianca Toledo: saindo do coma


Cantora e compositora Bianca Toledo com o filho



Wilma Rejane


Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e o seu tronco morrer no pó. Ao cheiro das águas brotará, e dará ramos como uma planta. Jó 14:7-9

Trago para os leitores, uma história que conheci recentemente, cujo teor nos marca pelas lições de fé, esperança e milagre.O testemunho é da cantora e compositora cristã Bianca Toledo.

Nascida em Brasilia, começou a cantar ainda na infância. Participou do programa de calouros  Raul Gil no ano de 2002, sendo a vencedora na Usina de Talentos. Atuante no ministério de louvor e sempre se destacando, Bianca chamou à atenção também da emissora Rede Globo, participando de alguns especiais.

Mas foi no ano de 2010 que sua vida sofreu profunda transformação. Grávida de seu primeiro filho, Bianca deu entrada no hospital para dar à luz com suspeita de rompimento de bolsa. O bebê nasceu, recebeu alta e a cantora permaneceu internada por 52 dias em estado de coma. O intestino havia rompido e estava com infecção generalizada.


"Quando estava em coma, tive uma série de sonhos, e quando acordei, descobri que foram situações que aconteceram. Lembro das músicas que colocaram para tocar no CTI, que profetizavam liberdade. Eu sonhava que estava presa, amarrada, mas ouvia vozes e me soltavam — relembra ela, que passou por dez cirurgias no estômago e no pulmão, 300 transfusões de sangue, hemodiálise e duas paradas cardíacas.

Tive que aprender de novo a andar. Tomei meu primeiro suco no dia em que meu filho provou a primeira papinha — lembra ela, que só pôde conhecer seu neném quando voltou para casa: — No início, eu movimentava apenas os olhos, até ter alta e sair numa cadeira de rodas. Mas ainda estava numa quarentena e ninguém podia tocar em mim. Mas assim que José Vittorio me viu, sorriu. Mesmo sem poder mexer nele, meu filho sabia quem eu era."

Bianca Toledo Setembro 2011, saindo do coma.



"Até os médicos duvidaram que eu sobreviveria. Eles não acreditavam, disseram  que a minha voz nunca mais seria a mesma. Pensei que se havia vencido essa batalha, poderia vencer outra. Minha voz ficou diferente por causa da laringe, mas não abri mão da possibilidade de cantar."

Bianca saiu do coma, recebeu alta e voltou para casa em Setembro de 2011. Atualmente exerce o ministério de louvor se apresentando no Brasil e exterior.


Bianca Abril 2012


Deus remove cativeiros, transforma para uma nova vida. Ele cura doenças físicas e espirituais. Se o presente estado é de tristeza e dor, através da fé que não se deixa morrer, Deus ressuscita! E como uma velha árvore, cortada, seca à beira de um manancial , ao cheiro das águas, tudo se faz novo!


Mas é importante que se diga à luz da Bíblia que Deus cura e liberta e tem Seu modo de agir que não conhecemos, nem nos é previsível. Alguns podem sobreviver ao coma, sendo transformados inteiramente, outros podem vir a óbito e ainda assim Deus será Deus, Aquele que é perfeito em Seus caminhos. O que nos cabe é acreditar em todo o tempo, na alegria e na tristeza que o Senhor é fiel , justo e bom e surpreende os que O buscam: " O Senhor te guiará  continuamente, fartará a tua alma em lugares áridos" Isaías 58:11


terça-feira, 21 de agosto de 2012

Curada da anorexia ao copiar Bíblia.







Ela é uma das mais jovens pessoas no mundo a copiar sozinha, à mão, a Bíblia completa. Um esforço que levou dez meses para ser concluído!
   
A Bíblia manuscrita feita pela garota mineira consumiu 28 canetas esferográficas, 16 blocos de fichário e 3.223 folhas. Para cumprir seu objetivo em menos de um ano, ela transcrevia o texto sagrado seis vezes por semana, numa média de cinco horas e quatro capítulos bíblicos por dia. O intervalo de descanso era de apenas 15 minutos, só para alongar as mãos e os braços. Ao final, os 66 livros das Escrituras foram divididos em seis volumes copiados. “Quando copiei as últimas letras da Bíblia, foi uma satisfação muito grande. Senti uma alegria inexplicável. Será uma recordação para a vida inteira”, relata Juliana.
   
Sua motivação para transcrever as Escrituras na íntegra vem da infância. Aos nove anos, ela teve seu primeiro contato com a Bíblia e, desde então, passou a gostar das historinhas bíblicas infantis. Os livrinhos de Davi e Golias, Sansão e Dalila, Arca de Noé e o Nascimento de Jesus foram os primeiros a serem copiados. Depois, aos 12 anos, Juliana leu o Novo Testamento, o que a inspirou a copiar um livro de 300 páginas sobre o Apocalipse. “Como sempre gostei muito de ler e escrever, copiava a Bíblia como forma de entender mais o texto de Deus”, conta.

Antes de começar a redigir a bíblia Sagrada, Juliana enfrentava uma luta para superar a anorexia. “Foi aí que Deus me ajudou, colocando em meu coração o desejo de ler e copiar a Bíblia, assim minha mente ficou ocupada e passei a ter uma vida melhor”, conta Juliana.

A adolescente acordava às 6h da manhã para copiar a Palavra de Deus. “Quando tinha algo para fazer de manhã não gostava porque a prioridade era copiar a Bíblia. Nunca vou esquecer esta experiência”, lembrou.


A família sempre a apoiou na longa jornada, embora às vezes duvidasse da conclusão de seu propósito. “Conforme eu copiava, meus pais incentivavam com palavras de ânimo. Mas muitos parentes duvidavam. Eu sempre acreditei que conseguiria, pois foi Deus que colocou esse desafio no meu coração”, emociona-se.


Os cadernos onde Juliana registrou todo o conteúdo bíblico ficarão guardados em sua casa. Mas, pelo fato histórico, a adolescente recebeu homenagens e até diploma de reconhecimento da igreja que frequenta em sua cidade. Um resumo com as etapas de seu árduo trabalho foi até divulgado no YouTube.
   
Ao mesmo tempo, a estudante virou palestrante bastante requisitada para narrar sua experiência nas escolas locais. Ela busca incentivar mais jovens a ler e copiar a Bíblia. “Deus me abriu portas para falar dele com pessoas que eu nem conhecia. E os alunos ficam admirados quando falo que li e copiei toda a Bíblia.”Os interessados em repetir o mesmo desafio devem  seguir uma receita básica. “O primeiro ingrediente é ter iniciativa. O segundo é ter persistência e não desistir. O terceiro é traçar objetivos. E o quarto é organização. Sem ter isso, a vida fica sem graça”, aconselha a copista dos tempos modernos

Juliana é filha do diácono Vander Batista Pereira e de Suzimara Grunheidt Vilela Pereira, membros da Igreja Presbiteriana de Vila Rubens, da Cidade de Itajubá  (MG).

E além das receitas básicas deixadas por Juliana, fica a lição de que ocupar a mente com bons propósitos é um ótimo remédio para doenças. Durante o processo de realização da tarefa de copiar a Bíblia, a jovem ficou absolutamente curada da anorexia.

Fonte:  A Tenda na Rocha

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Um marcante testemunho de conversão: de aborrescente a adoradorcente



salvation-jesus

Se você ainda não conhece o Tagore, tem a apresentação dele aqui e outro interessante testemunho dele aqui.

E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito. João 19.30. Eis aí a minha vida, a vida de Jesus em mim.
“A minha palavra e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria de homens, mas no poder de Deus.” 1 Coríntios 2. 4 e 5.

Testemunho impactante: O irresistível amor de Deus

Meu testemunho: 

Quando eu tinha uns três anos minha avó me levava na Igreja (a querida Assembleia de Deus em Brasília – Sede). Bem, meu pai e minha mãe nunca se casaram, e quando eu ia pra casa do meu pai, ficava com minha avó. Passei muitos finais de semana indo à igreja com ela, a congressos, escolas dominicais… enfim.

Quando eu cheguei perto dos 7, 8 anos, quase não fui mais à casa dela e comecei a conhecer algumas pessoas, que bem “me desvirtuaram” (as aspas são porque não culpo a ninguém), talvez a palavra melhor seria: me influenciaram. Havia um rapaz, não vou dizer o seu nome, mas irei chamá-lo de Jorge. Esse jovem começou a pesquisar e a tentar praticar algumas coisas bem esotéricas, como viagens astrais, rituais neopagãos, e outras coisas mais. E eu “entrei de cabeça” nessas pesquisas e práticas.

Enquanto, isso, minha mãe, que é espírita, me levava ao centro dela, e eu, amava aquilo, achava a coisa mais espetacular que eu via. Eu era louco para incorporar. Muitas vezes, no computador da minha mãe, escutava rock enquanto lia mais e mais coisas esotéricas, mais e mais casos. Diversas vezes, a mistura dos solos de guitarra com o modo como aquelas coisas mexiam comigo me deixavam num espécie de “transe”. Aquilo mexia muito comigo.

Alguns anos antes, quando mais jovem, tinha tido algumas experiências sexuais com alguns outros rapazes e com uma menina mais ou menos da minha idade. Esclarecendo: não todos de uma vez. #vergonha (Anotação do Wallace: muita coragem a dele falar abertamente sobre isso.. não sei se eu teria essa coragem). Minha mãe um dia descobriu e teve uma conversa muito séria comigo. Disse-me que eu poderia ter a opção sexual que eu quisesse, mas que aquele não era o momento de decidir aquilo. Graças a Deus, quando pude decidir, decidi pelo heterossexualismo.

Voltando aos dez anos: conheci um vizinho meu que chamarei de Lúcio. Ele, como o outro amigo meu, também gostava de pesquisar umas coisas bem esotéricas. Procurávamos ovnis, fazíamos meditações e eu lia muito sobre esses assuntos. Nunca cheguei a fazer parte exata de nenhuma religião, de estudar sua doutrina, mas pesquisei muitas coisas superficialmente. Nós vivíamos ouvindo uns barulhos estranhos pela casas (na minha, na dele, em outros lugares que íamos) e até vimos discos voadores no céu (não pareciam aviões)… enfim. Várias coisas aconteceram. Mas eu ainda mergulhei um pouco mais fundo.

ladrao-raios

Bem, eu terminei a 4ª série (sempre fui muito precoce) e mudei para um outro  colégio. Nessa época quase nada aconteceu. Mas, no ano seguinte (2009), eu li o livro que satanás mais usou pra me confundir e me levar à perdição. Até lançaram filme desse livro, chamado: Percy Jackson e o Ladrão de Raios (considerado o primo americano de Harry Potter). Meu amigo Roberto me apresentou esse livro e, de alguma maneira, ao conversarmos sobre ele, começamos a pensar que eu fosse um semideus.

Na sexta série (sétimo ano) conheci uma menina, de quem eu gostava, que chamarei de Jaqueline. Essa Jaqueline cria em coisas bastante diferentes: bruxas, deuses mitológicos, lobisomens, vampiros… E eu também acreditava nessas coisas. Eu, Roberto, Jaqueline e Lúcio. Nós começamos então a pesquisar mais e mais coisas, e eu comecei a querer ir em cemitérios, matas e comecei a ter muitos sonhos estranhos…

Nesse mesmo ano, fui ao primeiro retiro da igreja. Minha avó me convidou, eu  fui e gostei. Mas não me converti. Nesse ano (2009), Deus começou a operar sua gloriosa salvação em minha vida.

O final de 2009 chegou e minha mãe decidiu se mudar para o Rio, por causa de seu trabalho. Eu iria com ela, procuraria um escola de teatro, me envolveria no mundo da arte secular e da música. Sem exibicionismos, mas eu era um bom ator e um bom escritor de poesias. Uma pessoa que gostava muito de mim e das minhas poesias era o Jorge Ben Jor. Mas aí meu pai me convidou pra morar com ele um ano até que as coisas se estabelecessem aqui no Rio. Eu fiquei, mudei do Plano Piloto para Taguatinga (mais ou menos uns vinte e dois Km). E novamente mudei de colégio.

Nessa época comecei a namorar. Os namoros de hoje em dia, principalmente dos adolescentes são muito diferentes da época, por exemplo, do Wallace (kkkkk). Eu estava com uns doze, pra treze anos. Hoje em dia já acontece de tudo nessa idade. A sociedade está corrompida e muitos acham normal. Eu não cheguei a me envolver sexualmente com ninguém, mas, hoje, ao lembrar do que fiz, penso o quanto imoral eu era. As coisas estão muito invertidas hoje em dia. No ano de 2010, por exemplo, tive uns namoros de alguns meses. Na verdade 5 namoros.

cat-in-boots

Minha vida espiritualmente, foi piorando. Passava horas na internet, no msn, falando sobre vários assuntos, crendo, de pé junto, que era um semideus, que estava destinado a fazer coisas poderosíssimas nessa terra pelo meu poder. Cria muito, e servia, a uma deusa chamada Nix. Na mitologia grega, Nix era a deusa da noite, uma deusa primordial, criada antes de Zeus, e muito temida. 

Todas essas coisas iam gerando impactos na vida de cada um de nós. Medos,  desilusões, falta de esperança… Lembro que nas madrugadas, conversando no msn, chegava um momento que sentia um vazio, uma tristeza tão grande! Escrevia poemas, e esses dias pude ver como Deus foi mudando minha vida. Se você quiser, pode ver como Deus transformou meu pensar aqui: http://fimdaestacao.blogspot.com.br/. Aí há poemas de antes de eu ser crente, e de logo após minha conversão, antes do meu batismo.

Mas continuando: um dia meu pai me disse assim: Filho, quero que você vá à igreja comigo. Disse que não, que não gostava da igreja dele, que ia pra da minha avó (aquela da infância). Meu pai é como um desviado, mas Deus usou ele pra me resgatar. Veja bem.

Fui na igreja, e de vez em nunca ia. Mas ia. Por causa da distância, não via tanto meus amigos (Lúcio, Roberto e Jaqueline). Mas coisas ruins continuavam a acontecer. Uma vez sonhei com uma mata e certa vez, ao dormir na casa de uma amiga com Lúcio e Jaqueline(eles estavam namorando), encontrei uma mata muito parecida com aquela.

Entramos mato adentro, seguindo um córrego e chegamos a uma espécie de clareira. Naquele lugar, de repente, percebi que Lúcio havia sumido. Começamos a chamá-lo e ele veio de repente, com os olhos arregalados, dizendo: “Vamo embora, vamo embora”.

espantado

Contou para nós que havia visto um homem barbado com um cachorro ao seu lado olhando para ele. Outra vez, viu um homem encapuzado, e a sua própria  irmã, que não se envolvia com nossas “bruxarias”, viu esse homem na casa de uma amiga, e ele não sumia de maneira nenhuma (Não era um homem normal). Afora isso, constantemente pensava ter experiências espirituais enquanto dormia. E quem sabe tinha. Mas o Senhor de tudo sabe.

Aí o diferente dEle aconteceu. Minha avó me chamou para o retiro daquela igreja (o mesmo que tinha ido em 2009). E eu fui.

Para que ninguém fique perdido na história: Nessa época estudava em um colégio católico. Lá, no livro de religião, li que Paulo, tinha ficado três dias cego, até que Ananias foi usado pelo Senhor para abrir seu olhos, e que isso representava a Crucificação de Cristo, que ficou três dias morto. Isso é importante pra entender o testemunho.

No retiro, logo no ônibus, um crente abençoado me disse: Tagore, não podem jorrar de uma mesma fonte água salgada e água doce. Ele sempre falava comigo ao me ver na igreja. Uma outra menina me disse a mesma coisa no dia seguinte (se me lembro bem). Fiquei pensando naquilo. Cheguei na sexta e sábado à noite houve o culto.

Na tarde de sábado, comecei a sentir uma tristeza grandíssima, perto da hora do culto. Quando cheguei e os irmãos começaram a louvar só pensava em uma coisa: eu estou como morto, meu espírito morreu, to sem alegria. Nunca senti uma tristeza tão grande na minha vida. Mas o Espírito Santo estava operando: eu ficava pensando também, que quando o pregador começasse a pregar e orasse por nós eu iria ressuscitar. Eu tinha fé nisso.

heart-in-fire

E quando fomos a frente receber oração, aqueles adolescentes que ali estavam (era um retiro de adolescentes), começaram a glorificar e falar em línguas estranhas e eu ouvia como se houvesse um enorme exército gritando e bradando ali dentro. Abri meus olhos (estava de joelhos) e vi uma irmã colocando a mão sobre a cabeça de um jovem. Aquele jovem então caiu no chão, e eu só pude pensar: se ela tocar em mim eu caio também. E assim foi.

Enquanto estava ali no chão, sentia meu corpo formigar e dizia a Deus: só me  levanto daqui se o Senhor enviar um anjo pra me levantar. Após um tempo, veio um jovem, me levantou e sentou-me numa cadeira. Minha avó chegou perto de mim e me perguntou se estava tudo bem. Minha resposta foi: está formigando vó (com a mão no coração). Ela então chamou os outros irmãos para orarem por mim. E Deus começou a operar mais sobrenaturalmente.

Aquela irmã que pusera a mão na minha cabeça, veio e começou a orar por mim. Me perguntou se eu já havia aceitado a Jesus e eu disse que sim, que o  aceitara quando era criança. Ela então disse que eu iria aceitar de novo e perguntou se eu queria. Eu disse que sim e ouvi na minha cabeça, como uma voz, perguntando: mas você não acredita em reencarnação? E outra voz mais forte respondeu: Mas esse Deus é maior que isso. Então continuei. A irmã pediu que eu repetisse: Eu aceito a Jesus como Senhor e Salvador…

E nessa hora duas coisas estavam acontecendo: a primeira fui saber tempos depois daquele retiro. Enquanto eu ouvia aquela irmã falar em português e repetia suas palavras, os que estavam ao redor ouviam ela falar em uma outra língua e eu traduzindo. E enquanto eu repetia aquelas palavras a segunda coisa aconteceu. Uma tosse forte subiu no meu peito, aquele tipo de tosse que parece que arranha tudo, garganta, peito… Aquela irmã começou a repreender e eu, a tossir mais forte. Eu não estava gripado para tossir daquele jeito. As pessoas que estavam ali me contaram que eu vomitava algo preto. Mas ela repreendeu no nome de Jesus e aquela tosse passou.

Então eu tinha aceitado a Jesus e sido liberto das obras das trevas, mas nem  sabia muito bem o que isso significava. Naquela mesma hora, me levantei (um grande número de adolescentes estavam observando a minha libertação,  pois o culto já tinha acabado), pedi uma Bíblia emprestada, abri onde o Senhor ensinou seus discípulos a orar e comecei a falar sobre aquela passagem. Deus já me usou naquele momento, pra glória dEle! Minha vida já tinha começado a mudar, e Deus já havia começado uma grande obra.

No início, quando me perguntavam minha religião dizia: sou evangélico, mas acredito em reencarnação. Ou algo assim. Não dizia que era evangélico. Mas Deus, que sabe que se o homem não mantém o contato com Ele se perde, abriu uma outra porta.

Eu ia à igreja, mas ia nas festas, de vez em quando bebia (foram umas três vezes), se tivesse a oportunidade fumaria narguilé de novo, continuava com os namoros, enfim, continuava no erro. Jesus então fez algo ainda mais tremendo. Quando minha aulas acabaram, havia uma adolescente na igreja que gostava de mim. Ela me chamava todos os dias pra ir a igreja e eu, de férias, ia sempre. Era ótimo, nós conversávamos e quando tinha culto, íamos pro culto.

Eu também tinha algo como visões. Eu meio que imaginava algo, como se visse uma cena espiritual e ela não saísse da minha cabeça. Como se minha mente imaginasse cenas. Via (na minha mente) batalhas espirituais e várias outras coisas. Fui conversar com um pastor e ele me deu um dos melhores conselhos que eu já ouvi: me orientou a ler a Bíblia. Segui seu conselho de começar por Mateus, e todo dia, antes de dormir, lia um pouco. Até hoje, quando tenho alguma dúvida, converso com aquele pastor, um grande amigo meu e um pai na fé.

baby-reading-bible

Por causa disso, eu estava nos cultos da família, nos ensaios do conjunto e nos cultos de doutrina. Comecei a ler os versículos que o pastor pedia que fossem lidos (um hábito no culto de doutrina daquela igreja). Mas ainda havia embaraços na minha vida. O maior deles era uma namorada que vou chamar de Ana Júlia.

Quando fui ao Rio (isso nessas mesmas férias que comecei a frequentar mais a igreja, no final do ano de 2010 e início de 2011), fui aos mesmos lugares que ia antes: saraus, shows e até trabalhei como garçom numa casa de Jazz. Mas… me sentia mal nesses lugares, e ficava sempre pensando em 2 Coríntios 6.11 – 7.1. (Dá uma olhadinha lá). Eu queria terminar com a menina, mas não conseguia. Quando voltei a Brasília, continuei pensando nessas coisas, e Jesus então fez mais uma obra (esse Jesus é muito lindo).

Existe um congresso na igreja que eu congregava em Brasília, que ocorre no carnaval chamado “Congresso da UMADEB” (União das Mocidades das Assembleias de Deus em Brasília). Fui aconselhado a entrar naquele congresso com um propósito. E entrei: queria que quando eu saísse daquele congresso eu tivesse coragem pra terminar com a menina(mais ou menos isso). Fui extremamente avivado e transformado naquele congresso e decidi que iria me batizar nas águas.

Naquela época eu tinha um cabelo comprido e já tinha usado um piercing de língua como brinco. Ouvi de alguns irmãos, aquele versículo em 1 Coríntios 11.14 que diz que é desonroso para o homem ter o cabelo crescido. Ao querer batizar, cortei o cabelo, tirei as várias pulseiras que usava no pulso; me despojei. O líder dos adolescentes, vendo a quantidade de adolescentes que queriam ser batizados, organizou um discipulado que tinha 14 alunos (nunca antes houve tantos adolescentes querendo fazer discipulado e se batizar naquela igreja como naquele ano (2011)).

Terminei com a menina e conheci uma outra menina interessante, que chamarei de Bianca, com quem não namorei. Comecei a namorar uma garota da minha igreja e no mesmo dia que comecei esse namoro fui a festa de um amigo, numa boate. Eu pensava: “é só eu não dançar e não ‘ficar’ com ninguém”. Tolo. Chegando lá a carne foi mais forte, e “fiquei” com Bianca que  estava lá.

Terminei com a menina da igreja e me envolvi com aquela menina. Ela não era  crente, era muito inteligente e bonita. Eu fiquei apaixonado por ela. Ligava pra ela quase todas as noites e ficávamos conversando até 2, 3 da manhã. Eu sentia um aperto no coração, sentindo que o Espírito Santo estava triste. Por medo, e irresponsabilidade, eu não dava um fim àquilo. Eu de repente parava de falar com ela, desligava o telefone… Deveria ter sido mais honesto com ela e, principalmente, mais fiel a Deus.

baptism-new-life

Batizei-me dia 12/06/2011. O Melhor presente de dia dos namorados que poderia receber. Mas ainda estava preso àquela menina. Meu relacionamento com ela começou em abril e só terminou em setembro. Finalmente expus o jogo e parei de falar com ela. Creio que essa foi uma das últimas coisas que me prendia (não que eu seja perfeito, mas que hoje sirvo a Deus, crescendo na fé). “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente, sereis livres.” João 8.36. Fui liberto de muitas coisas, e Deus, para também me libertar de mais alguns resquícios do mundo, me trouxe ao Rio de Janeiro, pelo seu poder e graça. 

Louvo a Deus, ao pensar nisso tudo. Por isso pus aqueles dois versículos no início. ”A minha palavra e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria de homens, mas no poder de Deus.” 1 Coríntios 2. 4 e 5. Eu fui Liberto por Cristo e fui salvo não por palavras persuasivas de sabedoria humana, mas pela demonstração de Espírito e poder e a minha fé nisso está firmada. Glórias a Jesus, a Deus pai e ao Espírito Santo eternamente!

Espero que esse texto edifique sua vida. Jesus vale mais do que todo esse mundo, ele é a própria perfeição do amor e nos ama. Te ama. Que o Senhor Jesus te abençoe.

Wallace: E você, o que achou do testemunho do Tagore? Eu achei tremendo, até porque, em algumas coisas, meu testemunho também teve elementos sobrenaturais.

Aguardamos seus comentários e avaliações do testemunho do Tagore.

domingo, 17 de junho de 2012

Jesus me Libertou do Crack







Por: Wilma Rejane


O crack surgiu nos Estados Unidos na década de 1980 em bairros pobres de Nova Iorque, Los Angeles e Miami. O baixo preço da droga e a possibilidade de fabricação caseira atraíram consumidores que não podiam comprar cocaína refinada, mais cara e, por isso, de difícil acesso. Aos jovens atraídos pelo custo da droga juntaram-se usuários de cocaína injetável, que viram no crack uma opção com efeitos igualmente intensos, porém sem risco de contaminação pelo vírus da Aids, que se tornou epidemia na época.No Brasil, a droga chegou no início da década de 1990 e se disseminou inicialmente em São Paulo.


O vicio no crack tem destruído vidas de forma rápida e  cruel. Como uma droga altamente viciante pode ter se tornado fácil e barata de adquirir, provocando verdadeiro caos social? Através dessa mistura de acessibilididade e conveniência, essa droga tornou-se a escolhida de muitos. Também a que mais dor, perda e sofrimento causa.Não é fácil para um viciado em crack retomar o controle de sua vida, mas é possível. O problema é que nem todos estão preparados para lidar com as causas e consequências do uso da droga, é o que afirma a psiquiatra Thereza Aquino:

“Calcula-se que hoje pelo menos 1, 2 milhão de pessoas usem crack no Brasil. A maioria jovens. A gente não está falando de usuários de uma droga. A gente está falando de uma geração. Acho que estamos despreparados. Estamos de calças curtas. A gente não sabe como lidar com isso”.Maria Thereza Aquino é professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e durante 25 anos dirigiu o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Atenção ao Uso de Drogas (Nepad).


Efeitos do crack no organismo

Das vias aéreas até o cérebro, a fumaça tóxica do crack causa um impacto devastador no organismo. As principais consequências físicas do consumo da droga incluem doenças pulmonares e cardíacas, sintomas digestivos e alterações na produção e captação de neurotransmissores. Veja no infográfico quais são os efeitos agudos e crônicos do uso da droga.





Sinais da Dependência


O usuário de crack apresenta mudanças evidentes de hábitos, comportamentos e aparência física. Um dos sintomas físicos mais comuns que ajudam a identificar o uso da droga é a redução drástica do apetite, que leva à perda de peso rápida e acentuada – em um mês de uso contínuo, o usuário pode emagrecer até 10 quilos. Fraqueza, desnutrição e aparência de cansaço físico também são sintomas relacionados à perda de apetite.

É comum ainda que o usuário tenha insônia enquanto está sob o efeito do crack, assim como sonolência nos períodos sem a droga. “Os períodos utilizando a droga prolongam-se e os usuários começam a ficar períodos maiores fora de casa, gastando, em média, três dias e noites inteiros destinados ao consumo do crack. Neste contexto, atividades como alimentação, higiene pessoal e sono são completamente abandonadas, comprometendo gravemente o estado físico do usuário”, afirma o psiquiatra Felix Kessler.

Sinais físicos como queimaduras e bolhas no rosto, lábios, dedos e mãos podem ser sinais do uso da droga, em função da alta temperatura que a queima da pedra requer. “Também se notam em alguns casos sintomas como flatulência, diarréia, vômitos, olhos vermelhos, pupilas dilatadas, além de contrações musculares involuntárias e problemas na gengiva e nos dentes”, aponta Fátima Sudbrack, coordenadora do Programa de Estudos e Atenção às Dependências Químicas (Prodequi) da Universidade de Brasília (UnB).  Brasil.gov



Vida transtornada pelo crack






Luis Eduardo Fortes, 37 anos, Educador físico e empresário: em internação.



"Sou educador fisico, proprietário de duas escolas de futebol e professor em colégios privados em minha cidade, Cachoeira Paulista. Até os 35 anos, consumia alcool, maconha e cocaína. Um primo me apresentou o crack há dois anos, e desde então, me afundei. No começo, fumava esporadicamente. Pouco antes da internação, o uso já era diário. Não precisei roubar nem vender para comprar a droga, mas sei que se continuasse a consumi-la, teria que me livrar dos meus pertences. Perdi dois relacionamentos amorosos por causa do vicio; eu inventava que tinha que trabalhar, mas ia fumar. Várias vezes fui comprar droga chorando, sabendo que me fazia mal. Cheguei a ficar violento com minha família. Uma vez, meu pai escondeu meu carro na casa de meu irmão, porque achou que assim me ajudaria, dificultando meu acesso à droga. Eu disse a ele que já que eu não tinha o meu carro, ninguém mais teria: furei os pneus do carro dele e do carro de minha mãe. Certo dia prometi a mim mesmo que não usaria mais crack, mas não consegui. Então pedi ajuda a minha mãe. Mas não vim para internação voluntariamente, me pegaram de surpresa. Minha mãe disse que ia pagar uma pintura em minha casa e pediu para eu passar três dias na casa dela. No segundo dia que eu estava lá, apareceu a equipe de remoção. Na hora o meu sentimento foi de raiva. O sentimento durou uma semana.Eu vivia uma vida dupla. Apesar de nunca ter incentivado meus alunos a usar a droga, não era sincero ao dizer a eles que acredita que esporte é saúde. Agora posso explicar o mal que as drogas fazem."



Diego Oscar Cella, empresário: 3ª internação

"Minha vida ia bem, até o momento em que conheci o crack. Eu tinha sonhos. Abri uma empresa de terraplanagem e queria montar uma construtora. Depois que a droga entrou na minha vida, foram só perdas. No ano passado, em três meses, gastei 50.000 reais comprando pedras. Já tive seis acidentes de carro, dois de motos e dois princípios de overdose. Fui esfaqueado. Eu era cliente de um traficante e depois resolvi comprar de outro. quando me envolvi em uma briga por causa disso e quase fui morto.Consegui fugir com meu carro. Tentei para várias vezes e não consegui. Minha mãe tentava se aproximar de mim , mas eu fugia, queria ficar só no meu mundinho. Eu andava com pessoas totalmente diferentes de mim, só para ter companhia. Pagava para que elas estivessem ao meu lado. Muitas vezes elas me roubavam, mas eu não dava bola. Estou internado para desintoxicação há seis meses. Foi o melhor para mim. Nas minhas internações anteriores, eu voltava para rua e me perguntava: sou novo, vou ficar limpo por quê? Hoje vejo um motivo diferente: pretendo encontrar uma mulher e me casar."

Esses depoimentos foram concedidos a revista Veja no ano de 2009. considerando a larga incidência da droga nas periferias das cidades, entre a classe de baixo poder aquisitivo, inclui esses relatos no artigo em demonstração de que qualquer pessoa, mesmo os de condição social mais elevada e nível superior de graduação escolar, estão sujeitas ao vicio. Para atualizar as noticias sobre os depoentes, fiz uma busca no google sobre Diego e Luis Eduardo que na época, se encontravam em tratamento. Sobre o Luis Eduardo, nada encontrei, mas do Diego encontrei uma ocorrência policial em Chapecó Sc:

Hora: 15h40 min.
Dia: 15/05/2010
Local: Acesso Plínio Arlindo  de  Nes Bairro: Belvedere.

Fato: A Polícia Militar em rondas realizou a abordagem  do  veiculo VW GOLF, placas  DGC2720 Xaxim - SC.   Conduzido  por Diego Oscar Cella, 28 anos.   Durante  busca  pessoal realizada  em   DIEGO foi  encontrado com o  mesmo 03 pedras Crack e um  cachimbo.   Após  foi  lavrado  TC  em  desfavor de  DIEGO e após o  veiculo   foi removido  ao pátio de apreensão por estar com falta de equipamentos de porte obrigatório .

Infelizmente o Diego parece ainda não ter conseguido se libertar do vicio. Em oração a Deus, peço pela vida desse, e de tantos outros jovens,  para que consigam se livrar de uma vez por todas desse mal, em Nome de Jesus.    

Tratamento Gratuito para dependentes







O índice de recuperação de viciados em crack ainda é muito baixo. Estatísticas apontam para 90% de recaídas e 10% de recuperação segura, sem retorno às drogas.

O Conselho Nacional Antidrogas, resolução nº 3/gsipr/ch/conad de 27 de Outubro de 2005, versa que o estado deve assegurar tratamento gratuito aos dependentes químicos:

2.1.1 O Estado deve estimular, garantir e promover ações para que a sociedade
(incluindo os usuários, dependentes, familiares e populações específicas), possa assumir com responsabilidade ética, o tratamento, a recuperação e a reinserção social, apoiada técnica e financeiramente, de forma descentralizada, pelos órgãos governamentais, nos níveis municipal.

Poucas famílias atentam para essa lei  de Politica Sobre Drogas e por desconhecimento ou incredulidade, não fazem uso de um direito garantido. Gastam fortunas com clínicas particulares ou acompanham a morte progressiva do dependente com a sensação de total impotência para tratamento. Ficar a mercê do SUS, em si, já é uma penalidade, fato este que conduz o brasileiro a desistir desse meio de atendimento, afinal nem mesmo o próprio sistema único de Saúde se mostra conhecedor de que o viciado é um doente que precisa ser tratado. O dependente químico é excluído de planos de saúde e outros programas por ser considerado um transgressor, esse é um fato que dificulta o acesso a tratamentos gratuitos. Os obstáculos estão por toda parte a aumentar a angústia de quem convive com o vicio.

A Lei Nº 11.343, DE 23 DE AGOSTO DE 2006, também assegura direitos de tratamento gratuito e reinserção social a usuários: Institui o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas - Sisnad; prescreve medidas para prevenção do uso indevido, atenção e reinserção social de usuários e dependentes de drogas; estabelece normas para repressão à produção não autorizada e ao tráfico ilícito de drogas; define crimes e dá outras providências.

Parece existir uma grande distância entre teoria e prática no Brasil, é só olhar para as cracolândias da morte para perceber que quem é usuário de droga está abandonado pelo estado, totalmente ao relento. Talvez a retórica verdadeira seja: " só tem direito quem luta por cumprir a lei e não uma simples luta, mas uma batalha contra grandes opositores".

Além da exposição das leis de politica sobre drogas no Brasil, deixo para quem interessar, a relação de clínicas ligadas a instituições religiosas cristãs em todo o Brasil. Encontrei um site que se dedicou a relacionar cada uma delas : Relação de Clínicas para drogados ligadas a igrejas cristãs.


Jesus me libertou do Crack


"Aquele pois que o Filho libertar, verdadeiramente será livre" Jo 8:36

A libertação através da fé em Jesus é uma realidade que contabiliza resgates definitivos do mundo das trevas para o Reino da Luz. Jesus libertou um endemoninhado na cidade de Gadara que andava como louco pelos montes, se alimentando de fezes de porco. Um homem que as pessoas olhavam e desprezavam, que julgavam sem futuro, sem retorno à vida social. Contudo, Jesus olhou para ele de uma maneira especial e o transformou. Jesus nunca mudou, continua o mesmo e recebe à todos os que o buscam em espírito e em verdade.

Tive o cuidado de procurar o testemunho de alguém que foi liberto do vicio e permanece firme na decisão. Encontrei dois vídeos do Eduardo Arakaki, um do ano de 2009 e outro mais recente de Maio de 2011, esse que você pode assistir agora.




Muitos ministérios estão atualmente envolvidos na missão de resgatar as preciosas vidas por quem Jesus morreu e que se encontram escravizadas nas mãos do inimigo.  Só mesmo o amor inigualável de Jesus no coração dos homens para vencer o inferno produzido pelas drogas. Só Jesus para manter sóbrio os corações e adestradas as mãos na batalha contra as potestades do mal: "para que ao Nome de JESUS se dobre todo joelho no Céu, na terra e nos infernos." Fl. 2,10.

Deus nos abençoe .


Todas as fontes estão como links no artigo.  

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Ex-travesti é transformado por Deus - o impactante testemunho do Pr.Paulo

Convidamos-lhe a assistir este surpreendente testemunho do Pr. Paulinho de Jesus. O vídeo está dividido em sete partes. O testemunho é um tanto forte, pelo que recomendamos que não se assista em presença de crianças.








terça-feira, 1 de maio de 2012

Lázaro, vem para Fora!! E meu filho Lucas Reviveu!!





"Lázaro, vem para fora!"
Foi isso que Jesus ordenou a uma pessoa morta, já há quatro dias e em decomposição.

Na fé, removeu a pedra do túmulo e ordenou... Em poucos segundos, o que estava em estágio de  decomposição, cheirando mal e com órgãos destruídos por dentro, foi restaurado, voltando ao estado saudável, pronto para funcionar em todos os sentidos e ganhando movimento, vida.

O sangue endurecido e seco, voltou a fluir. Todos os órgãos em perfeita sincronia... O coração a bater, o cérebro a comandar todo o corpo ,sem nenhuma sequela!

Lázaro reviveu e saiu para fora! Que milagre!

Se olharmos nosso filho que  está perdido no colorido enganoso  do mundo, morto para as  boas escolhas, poderemos  vê-lo como um Lázaro agora. Longe de nosso amor, fora de nosso alcance, dentro de seu mundo, que muitas vezes é tão inacessível quanto o local onde jazia o corpo de Lázaro, e  também como o nosso coração  vacilante  e incrédulo.


Da mesma forma que Jesus removeu a pedra do sepulcro onde estava seu amigo, podemos também, pelo poder da fé, remover a pedra da dúvida que bloqueia nosso coracão impedindo a ação da mesma e  assim, crer piamente que este mesmo DEUS que trouxe a vida a Lázaro, seu amigo, com certeza pode trazer vida a Lázaro, nosso "filho"!

Mãe, você crê?

Eu cri,  e em nome de JESUS  ordenei em alta voz com todas as minhas forças e "Lucas", meu filho, meu Lázaro, reviveu! Praticando o que me estava sendo ensinado naquele dia,  no altar, onde a Biblia adquire vida  pela pregação da Palavra.

Hoje, aquele jovem que há quase 15anos esteve fechado dentro de si mesmo,  triste, estranho, consumindo remédios para dormir sem ordem médica, usando drogas ás vezes, ficando dias e dias fora de casa sem dar notícias, de roupa surrada e relaxado , comendo qualquer coisa , com idéias erradas de como  vencer, fechado por horas dentro do quarto, envolvido com pensamentos negativos e fúteis, com sua auto-estima pra lá de baixa , sem querer  estudar, sem  desejo de trabalhar... REVIVEU!

Meu filho agora acorda sozinho e rapidamente, toma banho e cuida de sua aparência, se perfuma, sorri, me beija espontâneamante, se preocupa comigo, cuida , trabalha, canta, toca, deixa seu quarto em ordem, é bem sucedido no que faz, querido onde trabalha e mesmo ainda "recém-nascido", em apenas três meses, já posso  vê-lo pela fè da forma que sempre sonhei: Um grande homem de DEUS

Nossas Orações continuam sendo a força motora da Mão de DEUS para  que o milagre  do meu Lázaro, que já começou a acontecer de dentro para fora, possa crescer e dar muitos frutos.

Mãe, não desista!

Na fé e orando sempre,

Lorena Sebastian

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Testemunho de uma Mãe que ora



"Aquele que leva a preciosa semente,
andando e chorando, voltará, sem dúvida,
com alegria, trazendo consigo os seus molhos.
(Salmos 126:6)



Um dia uma jovem me perguntou: Quem são os primeiros profetas da nossa vida?!Enquanto pensava na resposta, ela me disse: São os pais! Agradeço a Deus por essa pergunta ter sido feita a mim, pois me levou a refletir na minha vida como mãe.

Antes de contar meu testemunho quero relatar a importância de ser mãe.

Aprendi que o amor de mãe é o que mais se aproxima do amor incondicional de Deus. 
Independente de sermos cristãs ou não Deus nos deu essa grande tarefa para ser cumprida.
"Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele."
 (Provérbios 22 : 6)

Um dia teremos que dar conta a Deus deste tesouro que nos foi confiado, fomos chamadas para concluir esta tarefa com responsabilidade, ser mãe! 

Comecei a refletir sobre os profetas do passado quais eram as atitudes deles diante das dificuldades?O que levava aqueles profetas a seguirem em frente por uma causa?E analisando alguns deles cheguei a conclusão que eles eram impulsionados por um sentimento que é um dos maiores dons:O amor!

Se olharmos nossa realidade, e perguntar o que levou Deus dar seu Único Filho,
chegaremos também a essa conclusão pois Ele(Deus)
deu seu Único Filho por amor a nós.
(João.3:16).


E é esse mesmo sentimento que move o coração de uma mãe, independente dela ser ou não cristã, a todas nós mães foi dado uma grande missão: instruir os nossos filhos no caminho do Senhor.
A Palavra do Senhor nos diz:
"Eis que os filhos são herança do SENHOR, e o fruto do ventre o seu galardão."
(Salmos 127 : 3)


Um dia, ouvindo um hino: Lázaro, Deus vai fazer.
Veio em minha memória aquela pergunta feita a mim a tanto tempo atrás: quem são os primeiros profetas na nossa vida?!
E percebi o que realmente Deus esperava de mim como mãe intercessora .
Essa é a promessa do Senhor feita a mim...!

Todos os teus filhos serão cuidados do Senhor:e será grande a paz de teus Filhos!

Eis -me aqui Senhor...! 
Eu me prosto Diante de Ti para que sua promessa se cumpra
em minha vida, de meus filhos e daqueles que adotei em oração...

Hoje entendi o que a muito tem me falado!
Quero sim Senhor assumir o Ministério que o Senhor confiou a mim!
Para tanto, peço Senhor, capacita-me para que Tua palavra se cumpra em mim, para Tua glória  Senhor,somente para Tua Glória!
Pois tu és o único digno de toda Honra e toda Glória!!
Eu sou Intercessora para glória de Deus!
Casada a 21anos com Fernando somos pais de uma jovem de 19 anos, e de um jovem de 18 anos. 
Digo sempre para minha filha Tatiana, que ser mãe dela é muito fácil pois nunca me deu trabalho nenhum!
Temente a Deus, muito obediente até hoje!
Mesmo com seus 19 anos ainda me tem como sua amiga, louvo a Deus por minha filha, pois ela é uma benção!

Para meu filho Fernando Júnior digo sempre que ele me ensinou a ser mãe, pois ele exigiu mais de mim! 

Não poderia ser tão fácil assim, aos 13 anos meu filho me chamou para conversar, sentei para ouvir o que ele tinha para me dizer, e para minha surpresa!A conversa começou com dois pedidos, o primeiro pedido foi:
Mãe queria que você não me obriga-se a ir na igreja, e o outro foi mais desafiador para mim como mãe, ele me pediu para ir morar com o avô(meu pai).
 
Bem para a primeira pergunta dele eu respondi tudo bem meu filho não vou te obrigar a ir para a igreja, mas precisei fazer a ele duas perguntas: Você crer em Deus?Ele respondeu que sim, a segunda foi uma pergunta afirmativa; Você sabe que o inferno é tão real quanto o céu?Ele me respondeu que sim. Então disse a ele que de hoje em diante ele não seria mas dado por inocente, pois disse a ele que o único caminho que o levava a Deus era Jesus Cristo.

Agora quanto ao outro pedido que ele me fez eu disse não!
Pois meu pai não era um homem temente a Deus isso me preocupava muito, a influência do meu pai na vida do meu filho era muito grande e eles tinham uma afinidade de pai para filho, neto querido, seus pedidos sempre atendido isso poderia dificultar a volta dele para a casa de Deus!
Então não poderia deixar ele ir morar com o avô! 
E ele me respondeu:Mãe hoje eu não vou, mais quando eu fizer meus 17 anos você não vai me impedir!

Sabe aquela página da Bíblia que fica entre o Novo Testamento e o Velho Testamento?!Isso mesmo página em branco, que significa o "silêncio de Deus", vivi este tempo no silêncio que chamei de "silêncio materno".

Entre os 13 anos aos 17anos muitas coisas me sobreveio, Deus é testemunha dos sofrimentos que passamos!Meu esposo não era cristão tinha uma visão diferente da minha, pois todos os meus princípios para educar meus filhos se baseava nos princípios bíblicos, isso criava um pouco de atritos entre eu e meu esposo,lutamos com as adversidades que nos sobreveio, passamos por momentos que só Deus para nos dar força!
Não poderia ver meu filho enveredar por caminho maus!

Foi ai que lembrei que fui colocada na vida de meus filhos como profeta, movida por esse amor incondicional, me coloquei diante de Deus pedindo a Ele sabedoria para instruir meu filho, foi onde tomei atitude de um profeta! Comecei a orar!
Lendo um livro 101 Idéias Criativas para um culto doméstico, escrito por David J.Merkh, estudei sobre as característica da criança por faixa etária e estratégias para o culto doméstico, adotei um diálogo franco com meu filho, quanto a estudar a bíblia foi difícil ele perdeu total interesse, então usei o método de recitar para ele alguns versículos, deu certo, pois ele parava para me ouvir, enfim fiz tudo que foi possível!
Aproveitei todas as oportunidades!
Este livro é muito bom, embora foi difícil aplicar totalmente na vida de meu filho.
Conclusão do livro: Idade 13 anos espírito prático, desafiador e aventureiro –gosta de explorar o mundo e testar os seus limites.E recebe grande influência dos colegas.

Meu desafio: trazer a memória dele os princípios que eu o eduquei que são os princípios bíblicos! Foi uma luta constante minha, do meu esposo, dele e as influência dos colegas. E foi assim, até completar os tão esperados 17 anos!
Eu o temia, mas chegou, foi inevitável, ele cumpriu o que havia me falado a 4 anos atrás, foi morar com meu pai!

Te louvo Senhor porque Tu és Fiel!! No momento em que meu filho disse que ia morar com meu pai, Deus preparou o lar deles para recebê-lo, meu pai naquele mês se converteu ao Senhor!!!Sabe tem algo que eu não contei, aos 8anos meu filho disse que ele só iria se batizar quando o meu pai também se batiza-se!

Lindo!Meu filho aos 8 anos profetizou sobre a vida dele e a do avô!
Eles batizaram-se no dia 21/03/2010 para Honra e Glória do Senhor!!!
Minha vitória tem sabor de mel!! Este hino cantado por Damares relata com perfeição o que eu vivo!!!

Mães despertai em oração e suplicas pelos vossos filhos!!!

"Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário,
anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;"
(I Pedro 5 : 8)


Que não seja o vosso filho mais uma vítima!!!

Deus é fiel para cumprir todas as promessas feitas a nós!!
Essa é a promessa do Senhor feita a mim:

"Todos os teus filhos serão cuidados do Senhor: e será grande a paz de teus Filhos."
(Isaías.54:13)

Ellís Montechiari
 

quinta-feira, 22 de março de 2012

Minha história de homossexualidade, embriaguez, graça e redenção




Menos de dois anos atrás Matt Moore, teve a vida   completamente transformada, quando ele colocou sua fé em Jesus Cristo. Depois  de entregar-se por anos  a bebidas pesadas e um estilo de vida homossexual, sua vida mudou drasticamente quando ele percebeu que precisava se submeter a Deus e Sua visão da homossexualidade,  de acordo com a Bíblia. Hoje, Moore está usando o seu testemunho para chegar aos outros e mostrar-lhes como Deus é poderoso o suficiente para salvar alguém no meio de suas lutas com todos os tipos de pecado.


Moore escreveu recentemente em seu blog, artigo intitulado "Minha história:  A homossexualidade, embriaguez, Graça e Redenção". O artigo tem sido muito popular e tem levado muitas pessoas a manifestar o seu apreço pela sua honestidade em relação a algo que é certamente difícil para ele discutir.


Trecho do artigo





"Para quem está lendo isso, se você receber qualquer coisa do que eu disse, por favor, veja só: Nós fomos criados por um Deus bom, que é cheio de misericórdia e compaixão. O problema é que somos maus. E por causa de nossos pecados, vemos Deus como alguém que quer ditar todas e quaisquer coisas que fazemos. Mas, na realidade, Ele é nosso criador e Ele sabe o que nos trará mais satisfação. Seus comandos estão lá para levá-lo para a maior alegria possível. Eu sei que a sua carne e Satanás está dizendo a você de forma diferente agora. Eles estão dizendo que você é quem você é e Deus criou você gay e quer que você seja gay. Mas eu lhe asseguro, não o fez. Deus quer que você seja santo. 

Deus quer que você veja o seu estado de pecaminosidade, agarrar a Cruz de Seu Filho, e afastam-se do seu pecado. Por favor, abra seus olhos para ver a verdade e parar de entorpecente-se com mentiras. Não importa o que você fez ou onde você está em sua vida, você pode ter certeza que se você confia sua vida em Jesus e se afastar do seu pecado, então todo o furor de Deus tem para a sua rebelião foi exigido em a cabeça de Seu Filho."


O testemunho completo de Matt Morre, você lê Aqui 


Fonte: The Christian post

segunda-feira, 12 de março de 2012

Testemunho do ex-ateu Antony Flew: Deus existe







O professor e filósofo britânico Antony Garrard Newton Flew foi conhecido e respeitado por várias décadas pela defesa do pensamento ateísta. Até que em 2004 abandonou completamente a sua descrença, reconhecendo a existência divina.

Filho de um missionário cristão, Flew nasceu em Londres, na Inglaterra, e sempre foi bastante crítico aos argumentos filosóficos sobre a existência de Deus. Particularmente, contestava o conceito da bondade divina, deixando se impressionar apenas pelas formas científicas do argumento teleológico.

Nos livros de sua autoria “God and Philosophy” (Deus e a filosofia – de 1966) e “The “Presumption of Atheism” (A presunção do ateísmo – de 1984), o professor argumentava que alguém deveria pressupor o ateísmo até que alguma evidência de Deus aflorasse.

 Abandono do ateísmo

A partir de 2001, passaram a surgir rumores sobre um abandono do ateísmo por parte de Flew. Até que, em 2004, ele admitiu em uma entrevista que reconhecia evidências concretas da existência de Deus.

Após meses de busca espiritual, Flew concluiu que a pesquisa sobre o DNA “mostrou, em vista da complexidade quase inacreditável dos arranjos necessários para a produção de vida, que inteligência foi envolvida no processo”. Além disto, embora aceitasse a evolução darwiniana, ele sentiu que ela não podia explicar a origem da vida. “Fui convencido de que está simplesmente fora de questão a possibilidade de que a primeira matéria viva evoluiu de uma matéria morta e então se desenvolveu em uma criatura extraordinariamente complexa”, ele disse. Quando Flew revelou que havia chegado à conclusão de que afinal de contas Deus poderia existir, isto veio como uma bomba sobre seus seguidores ateístas, que há muito o consideravam como um de seus grandes representantes

 
Por conta dessa mudança, Flew enfrentou várias críticas, como a de um jornalista chamado Mark Oppenheimer, que atribuiu a situação à idade avançada do filósofo, então com 84 anos, sugerindo que ele estivesse sofrendo de algum tipo demência.

Existe um Deus

Em 2007, o professor lançou um livro intitulado "There's a God" (Existe um Deus), tendo o escritor Roy Varghese como co-autor. Na obra, afirmou sua admiração pelo cristianismo, classificando como a religião que “mais claramente merece ser honrada e respeitada”.




Além disso, ressaltou no livro a influência do apóstolo Paulo na formação das bases conhecidas do cristianismo atual, classificando o conhecido apóstolo como um “intelectual”.

Flew, o homem que chegou a ser considerado o “Papa dos ateus”, faleceu em 2010, aos 87 anos. Por ter abandonado o ateísmo, tornou-se um dos maiores exemplos de religiosos que se importam com o debate sobre fé e a ciência.

           Apologia.com

segunda-feira, 5 de março de 2012

Pastor Ressuscita dos Mortos Hb 11:35



"Pela fé as mulheres receberam pela ressurreição seus mortos" Hb 11:35. Pastor Daniel exibindo atestado de óbito.

"Creio porque é absurdo", com está frase, Agostinho definiu o fenômeno da fé. Crer no visível, no possível, é natural. Acontece conosco todos os dias. Cremos que dormiremos e acordaremos no dia seguinte, que iremos reencontrar pessoas, realizar viagens, negócios, enfim, todos temos uma porção de fé, mesmo aqueles que se denominam ateus, creem em algo possível para suas vidas. Agora, crer no impossível, no que está distante dos olhos como se fosse real é um tipo de fé descrita como Bíblica : "Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não veem" Hebreus, 11:1.

E foi através desta fé, que a esposa de um pastor Nigeriano, viu o milagre de Deus. Nneka, peregrinou com o corpo morto do marido por dois dias, se negando a enterrá-lo, por acreditar que Deus o ressuscitaria, ela, se firmou em um versículo do livro de Hebreus que diz:"Pela fé as mulheres receberam pela ressureição os seus mortos" Hebreus 11:35.

Daniel Ekechukwu, deu entrada no necrotério no dia 30 de Novembro de 2001, sendo retirado a pedido, no dia 2 de Dezembro. Os funcionários do necrotério estavam assustados: "Uma música de adoração invadiu o necrotério, vinda do local onde estava o pastor Daniel, ao corrermos para verificar, vimos pequenas luzes, como estrelas, flutuando acima dele". Darlington Manu (pai de Daniel) e Nneka, viajaram com o cadáver até a cidade de Onitsha, onde um pastor chamado Reinhardt Bonnke estava dirigindo uma cruzada.


Chegando na reunião de oração, algumas pessoas acharam estranho e não permitiram a entrada de Nneka. Alguns guardas pensaram se tratar de uma ameaça terrorista e que no caixão poderia haver uma bomba. "Meu marido Daniel, é um homem de Deus. Ele teve um acidente e morreu, vim aqui para que orássemos por ele". O corpo, foi retirado do caixão e colocado em cima de uma mesa. A igreja começou a orar para que Daniel fosse trazido de volta a vida. Daniel, ressuscitou! "Eu não conseguia entender, vi uma multidão chorando, glorificando a Deus, louvando, seguravam-me". Perguntei a minha esposa: O que está acontecendo? Ela me disse para ficar quieto até chegar em casa".

O Pastor da Igreja Evangélica em Onitsha, Daniel Ekechukwu, dirigia seu Mercedes 320 no dia 30 de Novembro de 2001, acompanhado de seu amigo Kingsley Iruka quando sofreu um acidente. Num momento, os freios do carro falharam permitindo que eles batessem em um pilar de pedra. Daniel não usava o cinto de segurança quando ocorreu o acidente, e por isso foi jogado contra o volante do carro batendo a cabeça e sofrendo um grande ferimento. O amigo, que não ficou muito machucado, viu Daniel sangrando muito pela cabeça e o nariz, e vomitando sangue devido a uma forte hemorragia interna. Daniel, chegou ao hospital com vida, mas não suportou e morreu.

Antes do acidente, o pastor havia brigado com a esposa. Ela, após várias tentativas de reconciliação, não obteve o perdão do marido. Em sua experiência de três dias como morto, Daniel viveu a mesma experiência do apóstolo Paulo relatada em II Coríntios 12: "Foi arrebatado ao Paraíso", e também ao inferno. A história completa do Pr. Daniel Ekechukwu, se transformou em um filme, chamado "fenômeno Lázarus". Ele ainda guarda o atestado de óbito datado de 30 de Novembro de 2001. Sua morte e ressureição foi testemunhada por muitas pessoas.


No you tube há uma série( Traduzida) " Fenômeno Lazáro" que conta a história do Pastor Daniel, abaixo, a parte um, os demais vídeos da série, você encontra aqui . Não concordo com o fato de relacionarem o caso do Pr. Daniel com o do mendigo Lázaro da Bíblia. Sabemos que este morreu e não voltou. Agora, o Lázaro de Betânia sim, este foi ressuscitado pelo poder de Cristo Jesus. Mas, acredito que entitularam o caso de Fenômeno Lázaro, por ter sido as revelações recebidas pelo Pr. Daniel, semelhantes às narradas na Bíblia com o mendigo Lázaro e o homem rico (Lc 16:20-31) Em um dos links abaixo (final do artigo), bereanplubishers, Pr. Daniel fala sobre :Mansão Celestial e Paraíso, inferno e Hades.






Há também uma série de vídeos em inglês, com testemunhos de pessoas que presenciaram o milagre, incluindo o testemunho de Nneka, a esposa do Pastor Daniel, aqui está, um dos vídeos, os demais, encontram-se no link citado abaixo heavensfamily.


O testemunho do Pr. Daniel, tem levado muitas pessoas a Cristo. É contestado pelos que desconhecem e desacreditam no poder de Deus, do mesmo Deus, que ressuscitou a Cristo Jesus dentre os mortos, a Lázaro, a Dorcas, ao filho da viúva de Naim, ao filho da Sunamita e a tantos outros. Ele É O Senhor, ontem, hoje e eternamente. Eu creio "porque é absurdo", como dizia Agostinho, mas sobretudo, porque sei que tudo é possível ao que crê(Mc 9:23).

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Testemunho do Músico Carlinhos Leite: Jesus Mudou Minha Vida

Carlinhos Leite com esposa e filha, agora canta para Jesus.


Carlinhos Leite é músico desde a adolescência. Em 1979, entrou para o Grupo Cravo e Canella e gravou 11 discos. No ano de 1994, conheceu o sucesso com a música Lá Vem o Negão. Vendeu milhares de discos e CDs, viajou para todo o Brasil e América do Sul, participou de vários programas, entre eles Xuxa, Faustão, Gugu, Raul Gil e ganhou o Prêmio Troféu Imprensa como melhor música do ano.
Com a fama passou a ter uma vida desregrada a qual transformou até a sua personalidade e o afastou completamente de sua esposa e de seus filhos. Tornou-se uma pessoa mesquinha e chegou ao ponto de quase perder a família. De 1994 até 1999 viveu uma vida difícil de mentiras e muito desgosto para todos que o amavam.
 Em 1999, sua filha de apenas 14 anos começou a frequentar uma igreja evangélica perto de sua casa e isso o incomodou muito. Pediu para que ela deixasse de ir à igreja, porque ele não gostava de crentes. Chegou a dizer que se ela não saísse por bem, sairia por mal. E devido à resistência da filha, decidiu ir à igreja, pois estava disposto a fazer qualquer coisa para tirá-la daquele lugar. Entrou naquele culto de domingo com objetivo de fazer um escândalo e até mesmo de agredir quem o quisesse impedir. Mas naquele dia, o Pastor que estava pregando, usado pelo Espírito Santo, disse a seguinte frase: “Está aqui hoje um homem que entrou com um objetivo, mas sairá daqui totalmente transformado pelo poder de Deus”. Esse homem era Carlinhos Leite, que nesse mesmo dia, através dos louvores e da palavra, teve um encontro verdadeiro com Jesus e a partir desse momento teve a vida completamente restaurada. 

Apresentação na cidade de Osasco

Na mesma semana, pediu para que fosse substituído por outro cantor no grupo Cravo e Canella.
Hoje, transformado pelo poder de Deus, servo e Ministro de Louvor viaja pelo Brasil testemunhando e ministrando louvores.
Acaba de lançar seu 2º CD solo “RENÚNCIA”.
 Link com o testemunho e louvores. 



Link com a música que cantava no mundo secular.


Carlinhos Leite na Primeira Igreja Batista de Pirituba


"DEUS É FIEL"

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More