TESTEMUNHOS CRISTÃOS

domingo, 18 de dezembro de 2011

Testemunho Ex-Garota da Playboy



 
 
Meu nome é Débora Soares Leite fui criada na Zona Sul do Rio e tive a oportunidade de desfrutar de tudo que ela oferece : Bons colégios, bons ambientes, tudo do bom e do melhor. Contudo, eu não era feliz. O ódio e a tristeza passaram a fazer parte da minha vida, pois vi a destruição da minha família com a separação dos meus pais. A semente do mal foi lançada e o meu coração se encheu de ódio.

Já separados, minha mãe resolveu mudar-se para a Barra da Tijuca, onde cresceu muito financeiramente. Eu, com 15 anos, fui muito incentivada para me tornar modelo. Tinha todos os requisitos para isso, e assim entrei para um curso de manequim na Socila, o curso mais caro da época. Em pouco tempo fui contaminada pela vaidade, aprendendo a auto maquiagem, expressão corporal e como me comportar socialmente. Comecei a me relacionar com pessoas do meio artístico e freqüentar festas e boates da Zona Sul.

Nas noites do Rio conheci, principalmente álcool, que com o passar do tempo foi perdendo a graça Procurei algo mais forte: a cocaína e a maconha.Passaram-se uns anos e mamãe sofreu uma queda financeira perdendo todos seus bens materiais. Fiquei transtornada e revoltada com aquela situação. "Pois quando pensei que havia paz e segurança, houve repentina destruição em minha vida." ( I Tessalonicenses 5:3)

O diabo, oportunista, sabendo da minha amargura me atacou onde eu era mais fraca, na " minha vaidade". Comecei a me tornar independente, Ter a minha própria vida. Estava desesperada e apareceu a oportunidade de me tornar famosa através de um concurso de beleza, seria a solução para os problemas financeiros. Conquistei o título "Pantera do Rio " , no ano de 1986, eleita por Ricardo Amaral.

A partir dali as portas foram abertas "pois larga é a porta que nos leva à perdição" (Mateus 7:13). Foram surgindo muitos convites, fui capa da revista Playboy, Garota do Fantástico, desfilei por todo o Brasil, fiz uma série de trabalhos : comerciais, matérias de moda, pôsteres, pequenas participações em programas humorísticos. Era muito assediada e fotografada pelos melhores fotógrafos do Brasil. Fiz de tudo o que um modelo profissional sonha fazer, mas não era suficiente, queria sempre mais.




Existia um grande vazio dentro de mim. Eu achava que tinha que ser mais famosa,que deveria estar no meio da alta sociedade Ter mais influencia, mais dinheiro, e achava que isso me daria a felicidade. Mas nada disso podia preencher o vazio da minha vida.

Comecei a buscar "refúgio" nas drogas. Fui fundo no uso da cocaína e do álcool e me vi totalmente dependente. Nas passarelas usava álcool para descontração. Para dar continuidade nas festas e boates, usava cocaína e para dormir fumava maconha ou tomava comprimido. Fiquei bem vulnerável e alvo fácil do diabo. É por isso que eu quero estar " revestida com toda a armadura de Deus " ( Efésios 6:10).

Por não Ter a autoridade do Espírito Santo, era prisioneira do pecado, algemada, escravizada pelas garras de Satanás. Eu buscava tanto a minha independência e a cada dia me via mais e mais dependente do dinheiro.Usava o meu corpo para alcançar fama e dinheiro. Estava cega. Cheguei a fazer um ensaio fotográfico para a Revista Playboy, um “Nu nas ruas do Rio", nos pontos turísticos, lugares como Cristo Redentor cheio de turistas, no calçadão de Copacabana, no Bondinho do Pão de Açúcar. Eu achava que era tudo profissional e artístico.


Os anos se passaram e reencontrei um rapaz que havia sido meu namorado com 14 anos, minha mãe havia me proibido de namorá-lo, pois era um traficante conhecido de Copacabana.Reatamos nosso namoro e viajamos para o Hawai. Lá, usava cocaína quase todos os dias e num desses, consumi uma grande quantidade. Já estava amanhecendo quando uma depressão tomou conta de mim. Resolvi acabar com o meu sofrimento caindo no mar com uma prancha quis me suicidar. Deus na sua infinita misericórdia e amor me retirou daquele mar e me livrou da morte eterna. Ele já havia me escolhido “desde o ventre de minha mãe" (Isaías 49:1).


Voltei para o Brasil, pois daria continuidade ao meu trabalho de modelo. Queria viver sem as drogas, tentar uma nova vida. Resolvi ser mãe e tentar a vida em família. Esperava finalmente o grande momento de ser mãe. No 9º mês de gravidez, quando achava que ia ser feliz por completo, o homem que eu havia escolhido para ser o pai de meus filhos, foi preso.nesse momento senti que " Na hora da angústia e da dor, só Jesus Cristo é quem pode ajudar" ( Salmos 108:12).

Sua prisão foi publicada na primeira página de " O Globo", com uma foto nossa no Havaí, o que prejudicou minha vida profissional. Muitos o acusavam de Ter destruído minha vida, mas não sabiam que quem estava por trás era o diabo e seus exércitos demoníacos.

A Operação Mosaico foi deflagrada no ano de 1988 que resultou na prisão Luiz Carlos Pereira Leite e na morte de Toninho Turco.Passei muito tempo esperando que ele saísse do presídio. Inúmeras foram as humilhações que eu e minha filha passávamos quando éramos revistadas para visitá-lo. Muitos falavam para deixá-lo no presídio e não visitá-lo, pois ele nunca iria mudar. Mas para mim, ainda existia uma esperança de mudança de vida. Quando saiu da prisão, vi que era tudo um sonho, pois ele tinha novo plano para tráfico de drogas.


Eu não sabia que tinha um grande amigo e que conhecia o meu sofrimento. " Ele já me olhava com olhar de misericórdia ". Quando pensei que teria que me separar definitivamente, apareceu uma senhora que, através de uma oração, me fez conhecer a Jesus Cristo, o Salvador, pois ela orou com fé " e a oração da fé salvará o doente e o Senhor o levantará e, se houver cometido pecados, serão perdoados" ( Tiago 5:15). Senti pela primeira vez o poder de Deus. O mal foi repreendido e após a oração, levantei-me leva como uma pluma.

Aquela irmã levou-me a uma igreja, e lá ouvindo os louvores, comecei a chorar. Estava havendo uma limpeza no meu coração, já não havia mais ódio, arrependi-me e pedi perdão pelos meus pecados. Na hora do apelo, recebi Jesus no meu coração. Levantei a mão e Deus falou comigo: " Eu sou o Senhor teu Deus e te tomo pela tua mão direita e te digo, não temas, eu te ajudo" . Comecei a ver a verdadeira razão de viver “já não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim (Gálatas 2:20)”.

Não tenho mais esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus que abundantemente " nos dá todas as coisas para delas gozarmos " (I Timóteo 6:17).

E a você jovem que sonha com uma vida de glórias, fama e sonha até mesmo em ser feliz, quero dizer que muito fiz e quis, porém o mundo só me deu falsa felicidade. Troquei todo o que o mundo me oferecia por Jesus, que me deu a verdadeira paz, pois " ele será chamado Príncipe da Paz" ( Isaías 9:6). Sei que muitos irão me chamar de louca, mas " a palavra da cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus "(I Coríntios 1:18).

Eu e minha casa servimos ao Senhor



Após a minha libertação das drogas, quando Jesus entrou no meu coração, minha vida tomou outro rumo. Joguei fora meus patuás, figas, pirâmides, corujas, elefantes (coisas que eu achava que davam proteção), inclusive fui liberta da excessiva sensualidade que usava para conseguir o que eu queria . Jesus mudou meu modo de ser .

Queria me sentir útil no Reino de Deus, comecei então a buscar a verdadeira santificação do Espírito através do conhecimento da Palavra de Deus. Troquei as noites de boates, por vigílias de louvor e oração. Quanto mais lia a Bíblia, percebia o quanto tinha entristecido a Deus. Comecei então a testemunhar para alguns jovens .Hoje eu e meu esposo, Luiz Carlos Leite, temos rodado o Brasil, em várias igrejas, testemunhando do poder de Deus que nos libertou das drogas, do mundo do crime, do tráfico, da sensualidade e principalmente levando uma palavra de esperança a todos que estão buscando uma falsa paz no dinheiro, na fama e nas drogas, declarando e confessando que só Jesus pode libertar e dar a verdadeira paz.

“Já não vivo eu, mas Cristo vive em mim! (Gálatas 2:20)"

Fonte: deborasoaresleite.blogspot.com

1 comentários:

Quando eu aqui no interior de santa Catarina fui visitar minha irmã em Florianópolis , e aí passear sozinho no centro e em uma banca estava um cartaz , leve está pantera para casa ! Fiquei alucinado eu era fã de morenas e aquela morena chamada Débora soares era tudo que eu imaginava para mim em se tratando de mulher ! Comprei a revista com um sentimento de sonho realizado ,e levei aquela pantera dos meus sonhos para casa , somente abrindo aquele plástico que protegia minha pantera no íntimo de meu quarto deitado na minha cama ! Foi maravilhoso fiquei ansioso folheando a mesma até finalmente chegar a página que revelaria minha linda pantera ! Foi tudo como eu queria pude apreciar ela totalmente como veio ao mundo ! Nua ! Foi demais maravilhoso ter ela no meu quarto matar meu desejo e fazer amor com ela ! 😏

Postar um comentário

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More