TESTEMUNHOS CRISTÃOS

FUTEBOL, DROGAS E VIOLÊNCIA - TESTEMUNHO DE UM EX-HOOLIGAN

Alô, meu nome é Jean e eu era um hooligan. A realização em minha vida era estragar aquilo que outros haviam construído.

TESTEMUNHO CRISTÃO

Todos sabemos do enorme impacto evangelístico que representam os testemunhos cristãos.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Liberto das drogas, ele foi de mendigo a diretor de centro de recuperação


Liberto das drogas, ele foi de mendigo a diretor de centro de recuperação esde os 13 anos de idade cativo pela dependência química, Raul Roncada chegou a mendigar, ser morador de rua, sofrer uma overdose e ficar à beira da morte. Para a maioria das pessoas, ele era um caso perdido, mas não para o Deus do impossível, com quem teve um encontro em 1999 e desde então nunca mais foi o mesmo. O cativo se tornou liberto e propagador da liberdade em Cristo. Levando as Boas Novas de salvação, ele ajuda hoje inúmeras pessoas a saírem das drogas. Conheça o testemunho deste servo do Senhor, hoje presbítero da AD em Caxias do Sul (RS), sob a liderança do pastor Daniel Régis Cavalcante. 
Segundo recorda o presbítero, em 1988, com apenas 13 anos de idade, ele começou a frequentar festas de garagens e ouvir rock and roll, se deixando levar pelas letras subversivas e de apologia às drogas. “Nos ambientes das festas, havia uso de drogas e álcool deliberados. De tanto ver as pessoas usarem e querendo me espelhar nos meus ídolos do rock, acabei cedendo. Quis saber o que havia por trás do poder das drogas e nem imaginava o abismo em que estava me jogando”, conta Raul. No início foi cigarro e álcool, e não demorou para que logo viesse a maconha, anfetaminas, chás, barbitúricos, cocaína e até mesmo o crack. Raul foi definhando, tanto em seu corpo quanto em sua mente, no espírito e em todas as áreas de sua vida. Ele conta como um rapaz cheio de talento, perspectivas e boa criação foi parar na sarjeta das ruas da cidade. “No começo, a droga traz uma alegria e paz ilusória, mas a sensação de bem estar e tudo mais logo passam e dão lugar às perdas, aos conflitos internos e ao sofrimento seu e de todos os que te amam e estão ao seu redor. O vício domina você dia e noite. A gente dorme e acorda pensando na droga, sem nenhuma outra expectativa nessa terra. Por isso, você passa a viver só para a droga, larga seus familiares e passa a andar nas ruas com drogados, hippies, andarilhos e até mesmo mendigos. Porque o queimporta é ir onde a droga está. Dormi muitas vezes com frio de 0°C, nas calçadas, mesmo tendo uma casa quentinha me esperando”. Raul conta que sua família adoeceu e foi devastada juntamente com ele ao vê-lo em ruínas e não podendo fazer nada.
Nesses dias de dor, houve um tempo em que a oração de sua mãe era apenas para que ele voltasse vivo para casa, pois cada dia parecia que seria o último de seu filho. Raul andava com calças rasgadas, camisetas com imagens de demônios, largou os estudos, perdeu bons empregos, relacionamentos e até a auto-estima; morou nas ruas e, certa vez, quase morreu de overdose. Mesmo vendo essa total degradação e a sua família desmoronando, ele não tinha forças para reagir. E durante esse processo, ao longo de 10 terríveis anos, foi assistindo amigos morrerem por doenças, overdoses, assassinados, tudo relacionado às drogas. Até que começou a se dar conta de que ele estava sendo arrastado para a morte. “Depois de ter perdido tudo nos 10 anos vivendo no vício, sem esperança, afundado nas drogas, eu encontrei um amigo das ‘antigas’ que era usuário, mas estava diferente, com um brilho no rosto e uma Bíblia na mão. Ele me disse que Jesus havia libertado sua vida de todos os vícios e que agora ele era uma nova criatura em Cristo Jesus. Isso jogou luz e esperança em meu coração”, testemunha o presbítero. 
E neste mesmo dia, esse amigo transformado pelo poder do Espírito Santo orou por ele, que aceitou ir a um centro de recuperação evangélico, chamado “Desafia o Jovem”, na cidade de Três Coroas (RS). “Nos cultos, comecei a entender que Cristo me amava e havia entregado sua vida por mim. Resolvi aceitá-lo como único e suficiente Salvador e Senhor. Foi o dia mais feliz da minha vida! Senti o perdão dos pecados, a paz em meu coração e todo mal saindo da minha vida! Jesus é poder!”, emociona-se. A luta começou com o processo de santificação. Foram 9 meses internado no Centro de Recuperação, reaprendendo a ter horários, trabalho, respeitar regras e principalmente a começar a conhecer o Deus Todo-Poderoso, que lhe guardara todo esse tempo. “Entrar nas drogas é fácil; sair, quase impossível. Só Deus mesmo. Foi difícil, mas cada dia vivendo sem drogas era uma vitória. E a libertação veio à medida que euouvia a Palavra de Deus. Nessequase um ano, eu jejuava, orava, lia a Bíblia e Deus ia me transformando, sepultando o velho homem e fazendo-me uma nova criatura em Cristo Jesus”. 
Raul pediu perdão a toda a sua família e ao acompanharem sua nova vida em Cristo maravilhados, sua mãe e alguns anos depois seu pai também se renderam ao Poderoso Salvador que transformou seu filho de mendigo a um homem de Deus. Assim que recebeu alta, ele se engajou a serviço do Reino e de pacientes do centro de recuperação, tornando-se diretor após anos de serviço integral, ajudando centenas de vidas a serem libertas das drogas, assim como a sua. Hoje, é casado com a irmã Valquíria, palestrante, bacharel em Teologia, atua também em um programa de rádio ligado à Assembleia de Deus, e tudo sempre focado em tirar almas das drogas e inspirar famílias de dependentes químicos a terem fé no Libertador através da sua própria história de triunfo e superação no Senhor.
Mensageiro da Paz - Número 1573- Junho de 2016, CPAD

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Pastor Emerson Pinheiro - Testemunho de cura de leucemia

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

A oração do piloto ateu







De Mark Ellis
Tradução:
Wilma Rejane


Ele não tinha nenhum lugar para Deus em seu coração, até que  ficou sem combustível em uma tempestade no Alasca, a quilômetros de seu destino.

"Eu era um zombador de Deus", diz Mark Rose, fundador do Gênesis vivo , e autor de O Último dos Hunters, a história dos pilotos que voam o Alasca Ártico. Aprendi a voar aos 16 anos e aos 22 já havia me tornado um piloto experiente cuidando de uma frota de helicópteros no oleoduto do Alasca. Meu ego andava a 101 metros além da superfície. Um dia eu voava sobre um grande rio no Ártico, mas em meu voo de regresso, transportando um passageiro, várias coisas deram errado. Primeiro manadas de renas ocuparam os locais escolhidos como primeira e segunda opção de pouso. Então comecei a ficar sem combustível, verifiquei o tempo em um pequeno aeroporto perto de Kotzebue, na Península de Baldwing. O operador disse que eu poderia ir que o tempo estava favorável. 

Resolvi ir mesmo sem saber se o combustível iria aguentar, mas em seguida, o inesperado acontece: as condições climáticas mudaram drasticamente. Enfrentei uma tempestade de neve durante toda a noite sem conseguir ver o terreno, me guiei por uma faixa cinzenta que seria um rio. Descobri então que o operador de voo do aeroporto de Kotzebue tinha me dado um mau conselho.

Todas as minhas opções foram evaporando  rápido, voando. Deve haver uma maneira de sair disso, pensei. Não quero morrer aos 22 anos sem sequer ter casado. Voei no vazio por cerca de 30 minutos quando o motor começou a perder força. Minha mente se voltou então para a última opção: Deus. Eu nunca, jamais tinha orado antes, mas no desespero elevei uma oração silenciosa: 'se há um Deus eu preciso de ajuda agora'. E naquele instante pude ouvir nitidamente a resposta: 'filho, agora você disse a coisa certa'. Depois disso minha mente foi iluminada, eu tinha certeza que conseguiria escapar. O avião saiu da tempestade de neve! Antes o que me atraia eram as luzes do aeroporto de Kotzebue, agora eram as luzes do céu.

Havia apenas mais um problema: eu teria que voar mais 20 milhas até Kotzebue, uma vasta extensão de água salgada no mar de Bering. Foi de perder a respiração. Mas cheguei e quando consegui pousar minha visão humanista de mundo havia desabado. Não havia nenhuma razão terrena para o avião ter percorrido uma distância tão grande seu combustível. Acredito que Deus acrescentou combustível no tanque do helicóptero para salvar minha vida e a vida do passageiro. Depois disso me tornei um menino diferente,  um crente em Deus.

Pensei bastante sobre minha avó, a única cristã da família, ela estava certa, há algo mais lá fora. Conheci então uma namorada cristã que me desafiou a ler a Bíblia pela primeira vez. Ao ler as páginas das Escrituras, algo surpreendente aconteceu. Me rendi ao amor do Deus da Bíblia - a Sua razoabilidade, Seu perdão, Sua justiça. Porém, meu coração teimoso ainda não estava pronto para fazer de Jesus meu Salvador e Senhor.

Até que...Tive outro encontro com a morte em um helicóptero que caiu, minha cabine ficou totalmente esmagada. Por causa disso perdi o encontro com empreiteiros de chumbo para o gasoduto do Alasca, um conflito de agenda. Mas não era só isso, era um dia trágico e pouco depois de ter escapado da morte recebi a notícia de que o avião com os empreiteiros havia caído matando todos a bordo. Comecei a refletir sobre a vida, sobre o que li na Bíblia. Seria mentira ou verdade? E foi quando me aprofundei na leitura da Bíblia que entendi que Deus é meu Criador. Se Jesus pôde levantar alguém dentre os mortos e perdoar pecados era exatamente isso que Ele tinha para mim. Entreguei minha vida a Jesus Cristo, e mais uma vez, de uma vez por todas, eu era um menino diferente. 

Esse é o aviador Mark Rose


Você quer conhecer Deus pessoalmente? 


Jesus é o Filho de Deus. Ele viveu uma vida sem pecados e morreu na cruz para pagar o preço por nossos pecados. "Deus prova o seu próprio amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós." (Romanos 5:8)

Jesus ressuscitou dos mortos e agora Ele vive no céu com Deus Seu Pai. Ele nos oferece o dom da vida eterna - de viver para sempre com Ele no céu se aceitarmos Ele como nosso Senhor e Salvador. Jesus disse: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por Mim." (João 14:6)

Deus estende a Sua mão para você, Ele te ama e quer que você seja Seu filho. "A todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome." (João 1:12) Você pode optar por pedir a Jesus Cristo para perdoar seus pecados e entre na sua vida como seu Senhor e Salvador.

Oração:

"Senhor Jesus, eu acredito que És o Filho de Deus. Obrigado por morrer na cruz por meus pecados. Por favor, perdoe meus pecados e me dê o dom da vida eterna. Peço-vos por  minha vida e de coração para que sejas meu Senhor e Salvador. Eu quero servi-Lo sempre. "

Deus o abençoe

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Deus ainda faz milagres

Por João Cruzué

Se você precisa de um milagre em sua casa, vida ou na sua família, leia com atenção estas simples palavras. Milagre é a resposta de Deus a uma situação impossível de se resolver por meios humanos. Mas assim está escrito no Evangelho do Senhor Jesus: "Porque para Deus nada é impossível." Lucas 1:37. O que é humanamente impossível, passa a ser da competência de Deus, se alguém procurar com insistência por sua ajuda.

Para acontecer um milagre é preciso uma ação de sua parte. Vou dar meu testemunho. Enviei currículos durante 11 anos seguidos, em que fiquei desempregado. Até o ponto em que orei assim ao Senhor: "Jesus, durante todo este tempo eu corri atrás, e nada" Se quiseres ainda dar-me um emprego, manda alguém a minha casa para mostrar onde é esta porta. E Deus mandou.

Um dia uma mulher conhecida ligou para minha casa. Como o telefone não atendeu, ela foi lá pessoalmente. Chegou e disse: "Refaz o seu currículo, e vá no Hospital tal, pois lá estão precisando de um contador".

Sabe Deus quantos currículos já tinha refeito, mas fiz de novo. Fui lá, passei pelo processo seletivo e uma semana depois já estava trabalhando.

Eu fico imaginando. Se eu não tivesse refeito, de novo, aquele currículo depois de não sei quantas vezes, talvez hoje eu não estaria trabalhando em um Tribunal de Contas. Sim, porque, na verdade ,o milagre não foram os seis anos que trabalhei no Hospital, mas a bênção muito maior que veio seis anos depois disso: o cargo de auditor no TCE conquistado por concurso público. Nem em sonho eu pensava nisso, depois que os dois anos de validade terminaram. Foi prorrogado, e eu não sabia.

Este é só um exemplo. Não importa que milagre você esteja precisando. Se ainda não é crente, aceite Jesus - que é a porta que nunca está fechada para quem se aproxima dele.

Se já é um crente em Cristo, mas está afastado, volte.

Se tem sido fiel, mas continua passando por grandes aflições, creia que o Senhor vai lhe abençoar com uma bênção tão grande, que nem sequer sonhou.

Porque quem pede, recebe; o que busca, acha; e ao que bate, a porta abrir-se-lhe-á. Pela fé creia: o Senhor vai fazer o milagre que está precisando.

domingo, 13 de julho de 2014

Harris Home For Children: quando um é o suficiente


Por Katie Bivens
Tradução: Eliseu Antonio Gomes

Eu me mudei para Huntsville há pouco mais de um ano. Foi quando comecei a colocar meus pés na comunidade em uma pesquisa, abria meus olhos e ouvidos para encontrar uma maneira de ser útil ao próximo, me encontrei encantada pela quantidade de oportunidades que a cidade tem a oferecer a quem deseja servir.

Existem incontáveis instituições sem fins lucrativos, iniciativas de serviços sociais, pequenas organizações à benfeitoria. Que cidade maravilhosa, fiquei impressionada! Tentei apresentar-me como tutora em programas escolares. Pela grande dimensão, não foi um tempo fácil, mostrando de forma muito consistente o que dificultava a criação de relacionamento com as crianças. Pensei em ser voluntária numa cozinha servindo sopas ou me aventurar trabalhando numa conhecida área de desabrigados. Pensei no voluntariado em uma abrigo de animais, mas isso jamais funcionaria bem comigo, pois a probabilidade maior seria eu tentar adotar os bichinhos e levá-los para minha casa. Nada parecia se encaixar bem em minha busca por uma atividade de servir minha comunidade.

Apesar da ansiedade em encontrar uma ocupação, me esforcei por ser paciente, pois sabia que existia algo em algum lugar, perfeitamente adequado para meu jeito de ser. Na minha procura, uma dessas oportunidades deveria ser tudo para mim. 

Após oito meses pesquisando, encontrei o lugar em que poderia servir fazendo a diferença. A resposta da minha oração era o Harris Home for Children (Harris Lar para Crianças), um lar adotivo e agência cuja missão é encontrar famílias para crianças.

O jeito que eu me deparei com essa instituição foi realmente providencial. Desde que me entendo como gente me vejo com o coração ardente por órfãos, assuntos relativos à adoção e filhos adotivos. Em determinada noite, decidi fazer uma busca no Google. (Nota: a resposta da pesquisa não mostrou claramente a realidade de grupos em lares provisórios). "Orfanatos em Hunsville". A instituição Harris Home for Children foi o primeiro site em tela. Eu cliquei para ler sobre ele e descobri que havia uma página no Facebook, gostei, percebi oportunidades de serviço voluntário, etc. Aproximadamente, cinco minutos depois, uma amiga querida, que me conhecia bem e é conhecedora de minhas inclinações, enviou um texto para mim.

"Olá! Percebi que você clicou "like" na página Harris Home for Children. Meu perfil no Facebook está em conexão com o perfil de Tony McGinnis, o diretor executivo (de uma classe da liderança local). Ele é uma pessoa impressionante. Tenho condições de apresentar você a ele via e-mail. Deseja que eu faça isso? Duh."

Ela enviou e-mails fazendo a introdução. Em seguida Tony fez um convite para uma visita e entrevista a respeito de chances de voluntariado. Fui, visitei, me apaixonei. Ao me sentar à mesa de Tony e ser entrevistada por ele, disse-lhe sobre minhas intenções de ajudar e perguntei qual seria a maior necessidade. Ele me disse que poderia estar ali exatamente do modo como eu era e me envolver o quanto eu desejasse estar envolvida. Ele também me disse que havia algumas vagas abertas no Conselho Administrativo. Ainda não sei se ele estava desesperado por ajuda e abriu as portas para uma garota desconhecida qualquer, ou se enxergou a sinceridade que havia em meus olhos e não quis perder essa oportunidade.

Agora eu sirvo como Secretária do Conselho, Presidente da Comissão de Desenvolvimento e Recursos e como mentora de algumas meninas agregadas ao campus. Estou mergulhada até o pescoço na organização da instituição e não poderia me sentir mais satisfeita do que me sinto.

A Harris Home for Children foi fundada em 1954 pelo casal George e Chessie Harris. A Chessie liderava o início da organização. No começo, cuidava de desabrigados e crianças famintas. Aos poucos, o número de necessitados passou a ser dezenas, e em um dado momento a instituição estava tão cheia que foi preciso usar um tronco de árvore para construir berços aos bebês. A iniciativa do cuidado da primeira criança levou o casal a cuidar de mais de 1200, abrigando todas as idades e etnias em 34 anos de atividades assistenciais.

Simplesmente, começaram com um filho. Mas este começo deu início ao legado que dura mais de 60 anos. 


Agora, a instituição localiza-se na Street Church ao norte de Hunstsville. É a casa de 20 crianças. O número é oscilante, pois a todo momento crianças chegam e vão. Elas vêm por nomeação do Departamento de Recursos, vítimas de negligência ou abuso. A missão da Harris Home é manter um ambiente seguro e saudável para elas, dar condições para que cresçam com condições de encontrarem um futuro promissor, para isso oferece abrigo, atendimento terapêutico e serviços educacionais, simultaneamente.

Apesar de ainda a instituição não ter liberdade para ir às ruas e retirar as crianças desabrigadas que necessitam de cuidados, apenas estar autorizada a receber aquelas que o DHR envia, o propósito da instituição é fornecer espaço para o maior número de necessitados, sair em campo e pôr os pequenos sem-tetos fora das ruas também.

Inexplicavelmente, eu me desmancho de amor pelas crianças, elas variam entre as faixas de 12 aos 20 anos de idade. Quando estou com elas sinto o desejo de me envolver e abraçá-las calorosamente. E muitas vezes eu as abraço. Elas gostam de esporte e atletas, artistas, escritores, músicas. São jovens, infantis. São pessoas que tiveram a infância roubada. A maioria delas, em sua vida de poucos 13 a 17 anos de existência, conheceram a dor mais do que a média de outras crianças que moram em famílias estruturadas. 

Embora tenha a sorte de interagir com cada criança, em algum nível, tive a grande bênção de trabalhar em estreita colaboração com uma garota em particular. Ela é inteligente, às vezes meiga e às vezes mal-humorada. Ela é assim por ser conhecedora da maldade e do lado mais feio deste mundo.

Quando estamos juntas, uso meu tempo para incentivá-la, da melhor maneira possível eu me comporto como se fosse a sua irmã mais velha. Preparo meu coração para esses momentos com ela, estudo maneiras de conversar e dizer-lhe que ela é uma filha de Deus e que seu valor como pessoa é bem mais alto que ela imagina que seja. Mas todas às vezes que os encontros terminam, se apodera de mim o sentimento de admiração pela capacidade que ela tem de me ensinar mais do que eu posso ensinar a ela. Aulas sobre amor, lealdade, confiança. Por muito tempo empreendi esforços para encontrar o modo de ser o diferencial positivo na vida de adolescentes e esta adolescente é que faz essa diferença em minha vida.

Ao pedir a ela para me dizer quantas pessoas se preocupam com seu bem-estar, ela olha para mim e diz: "Eu sei que você tem essa preocupação comigo". Então meu coração se alegra. Nesta alegria eu encontro a certeza que encontrei meu espaço para servir ao próximo.

Meu sonho é grande, quero ser orientadora de todas as crianças que se abrigam debaixo do teto da Harris Home of Children, mas na minha insignificância este objetivo começa com apenas uma delas.

E.A.G.

Fonte: Shattered  http://shatteredmagazine.net/harris-home-for-children-one-is-all-it-takes/ 
Imagens: cortesia Derek Daniel

Katie é colecionadora de canecas de café, direciona jovens à faculdade, é escritora. Mora em Huntsville, Alabamada, EUA, com seu cão beagle e um adorável gato acima do peso. É blogueira, faz postagens sobre o que a fé exige de você.  katiebivens.blogspot.com


segunda-feira, 23 de junho de 2014

A feiticeira indiana que teve um encontro com Jesus

Criança indiana alimentando cobra considerada sagrada


Por Mark Ellis
Traduzido por:
Wilma Rejane


Ela se chamava Nagamma (trocou de nome após conversão) que significa cobra mãe, as pessoas a adoravam como uma deusa cobra, traziam-lhe  ofertas, e prostravam-se diante dela. Mas um encontro poderoso com Jesus a transformou.

"Meu pai era um feiticeiro de liderança entre nossos povos. Ele  praticava magia negra . Minha família faz parte da classe Hindu Dalit no degrau mais baixo da sociedade indiana, às vezes conhecido como intocáveis ​​.

Eu adorava muitos ídolos e praticava bruxaria sob a direção de meu pai. Os Snakes eram meus deuses favoritos. Quando criança, eu  alimentava as cobras locais, levava o leite até a borda de seus buracos de cobra.

Em minha comunidade na zona fronteiriça de Kerala e Tamil Nadu Unidos, haviam muitos ídolos de serpentes em um templo especial dedicado a cobras, localizado sob uma figueira.

Quando eu tinha 12 anos de idade, uma cobra  ergueu sua cabeça  e me mordeu enquanto eu tentava alimenta-la com leite . Meus pais me levaram ao médico local  que não foi capaz de retirar o veneno da serpente do meu corpo.


Depois de três dias minha condição melhorou, mas os efeitos colaterais incomuns permaneceram. Tive uma mudança total no meu corpo e mente. Minha cor também mudou. Comecei a atuar como uma cobra. Eu sempre quis ficar e sentar-se no  templo das cobras. Então meu povo me considerava como a deusa cobra. Meu pai foi quem anunciou primeiro que eu era a deusa das serpentes .

As pessoas na área circundante começaram a trazer leite, frutas e flores para mim como oferendas e prostravam-se diante de mim no chão. Eles queriam obter um toque  meu com o pretexto de serem abençoadas. Eles até davam suas ofertas de dinheiro.

Como a notícia se espalhou sobre a deusa cobra me tornei famosa em todo  distrito.

Perguntavam se eu Nagamma podia visitar suas casas. Pediam seus encantamentos de magia negra para trazer bênçãos sobre eles e para  destruição de seus inimigos. Meus pais ganhavam dinheiro com isso.

Alguns evangelistas deram  folhetos bíblicos para nossa família e falaram sobre Jesus Cristo, mas meu pai confrontou os homens  dizendo-lhes que eu era uma   deusa e eles deveriam seguir-me, em vez de Jesus.

No ano de 2013 fui realizar magia negra na casa de uma família com uma criança pequena, quando algo inusitado aconteceu. Satanás me instruiu que  existia um tesouro dourado naquela casa e eu deveria  sacrificar a criança de menos de três meses de idade para encontrar o tesouro.

No entanto, seguiu-se uma batalha espiritual pela  vida daquela criança. À medida que a guerra sobrenatural se desenrolava ao redor dela, de repente tornou-se conturbado e eu Nagamma fiquei muito pertubada. Eu não podia completar a magia negra então  sai daquela casa.

Quando fui dormir à noite tive um sonho notável.

Um homem brilhante e bonito veio até mim e sentou-se ao meu lado. Notei meu quarto  cheio de luz e não havia treva nenhuma. O homem mostrou-me suas mãos. Suas mãos estavam com marcas como se fossem feridas por pregos, Ele me disse:

Minha filha, você é querida para mim. Eu sou o teu Senhor e Deus. Dou-lhe o tesouro da paz e da vida eterna. Eu sou a porta, Ele continuou. Aqueles que vêm até mim, serão salvos; eles vão entrar e sair e acharão pastagem. O ladrão vem apenas para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenhais vida -. Vida em toda sua plenitude.

Nagamma reconheceu o homem em seu sonho como Jesus Cristo! Ela se ajoelhou diante Dele e O aceitou como seu Salvador e Senhor pessoal.

Nagamma, recebendo a Bíblia. Ela agora se chama Maria.



Nos dias que se seguiram, meu coração mudou e sofri perseguição. Quebrei todos os ídolos do templo das cobras. Meus pais e aqueles que acreditavam em mim não gostaram. Eles me disseram que eu estava louca. Me amarraram a uma árvore e me bateram. Muitas outras perseguições enfrentei. Mas eu não queria perder minha fé em Jesus .

Após o batismo de Nagamma em uma comunidade cristã evangélica, ela recebeu um novo nome: Maria.

O Senhor me ungiu pelo Espírito Santo. Ele está me usando como uma serva para muitos através de Paulo Ciniraj Ministérios. Por favor, orem para que eu seja testemunha fiel do nosso Senhor até o fim da minha vida."

***
Paul Ciniraj Ministérios concentra-se em evangelizar a Índia e outras nações em desenvolvimento, através da pregação, ensino, obras de caridade, e distribuição de Bíblias. O ministério também ajuda as igrejas subterrâneas  para cristãos convertidos que freqüentemente enfrentam perseguição do islamismo, hindus e de outras religiões.

Você quer conhecer a Deus pessoalmente?

Jesus é o Filho de Deus. Ele viveu uma vida sem pecado e morreu na cruz para pagar a pena pelos nossos pecados. "Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira."Romanos 5:8-9

Ele nos oferece o presente da vida eterna - de viver eternamente com Ele no céu se O aceitarmos  como nosso Senhor e Salvador. Jesus disse: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim." João 14:6

Deus te ama  e quer que você seja Seu filho. "A todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, mesmo para aqueles que crêem no seu nome." João 1:12. Você pode escolher por pedir a Jesus Cristo para perdoar os seus pecados e entrar na sua vida como seu Senhor e Salvador.

Deus o abençoe.
 

sábado, 1 de março de 2014

A Mulher sábia edifica sua casa - Testemunho de Viviane Morais

Viviane e sua linda família


Por Wilma Rejane
Testemunho recebido via e-mail
Escrito e vivido por:

Viviane Morais,  36 anos, casada com o Rodrigo e mãe da Isabela(14anos) e Sophia (3 anos). De Guaxupé - MG.

No momento Deus tem me usado para ajudar outras pessoas que passam por situações difíceis no casamento, estão em processo de separação.Tenho observado cada detalhe do agir de Deus e ficado maravilhada com a sua perfeição.E senti que isso irá me preparar e me dar mais sabedoria para escrever um livro.

Cheguei a ficar separada por cinco meses , mas o que Jesus me deu o inimigo não roubou de mim (assim como o filho da sunamita) , ele tentou mas está derrotado pelo sangue de Jesus . E hoje eu posso declarar que eu e minha família servimos ao Senhor , porque eu ganhei o meu esposo para Jesus , glórias a Deus ... nossas filhas são bênçãos que também estão na casa do Pai . Deus não só me proporcionou a benção da família restaurada , mas Ele tem usado a minha família para trabalhar na obra Dele . E eu quero servir a esse Deus de todo coração em quanto eu tiver fôlego! Esse Deus é de vitória, Ele trabalha em favor daqueles que Nele espera e descansa, que põe Nele a sua confiança .

Com um mês e meio da separação, eu orava muito. É que eu estava afastada dos caminhos do Senhor, já havia voltado umas três vezes mas nunca ficava firme, sempre falava que daquela vez era para valer e depois desanimava.Foi dessa forma que Deus primeiro me resgatou, fui pela dor... ah como queria ter ido por amor! Mas Deus sabe de todas as coisas. Agradeço à Ele por isso. Então eu orava muito, mas não tinha aprendido a descansar minha confiança em Deus. Eu agia por mim mesma e era ansiosa, tola!


Num sábado ele me falou para parar de ligar porque ele tinha conhecido alguém, eu perdi o chão.Na terça, orei mas não me aquietei , fui até o trabalho dele, pedi perdão por tudo e disse que se houvesse uma chance do tamanho de grão de areia eu me apegaria nela, mas se ele achasse que não, então eu iria embora.Ele aceitou e eu já havia levado as alianças, nós as colocamos e eu perguntei se podia dar meu testemunho na igreja e ele concordou. 

Voltei à tarde para o trabalho e falei para todo mundo que o Deus que eu servia era fiel,  tinha dado tudo certo e nós havíamos reconciliado.Naquela noite dei meu testemunho sobre a benção que tinha recebido. Ele voltou para casa e jurou que nunca mais ia embora.No outro dia fui trabalhar e ele estava de folga, mas o meu coração estava inquieto, com medo, eu não tinha certeza daquilo que estava acontecendo. À tarde quando cheguei a aliança estava em cima do aparador, uma caneta e um caderno e nada escrito.


Liguei para ele e nada, liguei para mãe dele e nada. Que desespero, mas aí dobrei o joelho e disse: Satanás, se pensa que irei desistir pode desistir você, quem me prometeu é fiel e agora vou lutar mais. Fiz a seguinte oração: "Deus o Senhor me guia e me guarda e lutarei o quanto for, mas o inimigo não vai rir de mim." Fui atrás dele na casa dos seus pais, pois ele estava morando lá, uma distância de mais  ou menos uns 50 km, fiquei até as 4 da manhã esperando e nada, a mãe dele não sabia o que fazer também.

Voltei para a casa, arrasada. Algo me dizia, desista, mas Deus falava mais alto, não desista, eu sentia que a minha fé e confiança em Deus estava sendo testada. Então tive que seguir o exemplo da sunamita, todo mundo me perguntava como estava e eu dizia está tudo bem, vai tudo bem. Eu não havia tirado a aliança.Mas não sabia sequer onde ele estava.

Encontrei forças somente em Deus que me sustentava e me livrava diariamente das ciladas do inimigo.Quando eu orava para o meu esposo voltar , eu falava para Deus que queria sim o meu casamento restaurado, mas que eu queria que toda a minha casa servisse ao Senhor ! Que eu o queria junto comigo na igreja adorando a Deus ! E toda vez eu colocava a mão na cadeira vazia ao lado da minha, e profetizava (assim como Ezequiel no vale de ossos secos) : “ essa cadeira tem um ocupante , esse lugar é reservado para o meu esposo , esse lugar não será mais vazio , no nome de Jesus o meu esposo irá ocupá-la” (nem sei por quantas vezes fiz isso) Só que eu sempre ficava sonhando , imaginando o dia que ele voltaria .. como seria?

Pensava em flores aqui na empresa onde trabalho , nele na porta de casa com carro de som, num dia que eu viesse no ônibus da empresa , ele correndo com a moto atrás pro ônibus parar... Ele me esperando na portaria e se ajoelhando ao meus pés pedindo perdão . Percebi que se ele voltasse e fizesse alguma dessas coisas , não seria para a glória de Deus e sim para a minha ! Porque todo mundo ia falar : "olha lá , errou e agora tá pedindo perdão .. ela merece isso mesmo porque sofreu muito coitada ! Isso é pouco pelo que ela passou ..."

Então dobrei meus joelhos  ao Senhor: “Pai , o Senhor conhece o desejo do meu coração , o Senhor vê meu sofrimento , me contempla do Seu trono . Jesus , intercede ao Pai por mim .. que se Ele trouxer o meu esposo aqui em casa, a primeira coisa que farei será TE apresentar a ele . Antes dele ser meu , ele é Teu Senhor , e se eu merecer o Senhor , por misericórdia eu te peço que ele se arrependa e reconheça que aqui é o seu lugar , que ele veja que ainda me ama e que eu o amo com todo o meu coração . Traga ele Pai , toque nele , abra os olhos dele Jesus ... e aqui em casa eu terei o prazer de TE apresentar a ele , quero que ele TE conheça como eu conheço ”

Passado um tempo foi exatamente assim , numa segunda-feira com muita chuva ele apareceu lá em casa , e de moto ! Quando entrou já estava com o olhar calmo e eu pensei ! É hoje né Senhor ? Glórias a Ti Pai . (ainda me emociono muito ao lembrar) Então ele disse para minha filha que estava com medo , porque ia transportar um detento para outro presídio (ele é agente penitenciário) , ele disse que estava com medo de morrer e chorava muito. Porque fazia uma semana que um detento havia matado com um tiro  um agente que trabalhava com ele na mesma unidade .

Então peguei a Bíblia e falei para ele que a única coisa que eu podia fazer naquele momento era orar por ele e que Deus o guardaria e o conservaria na Sua presença . Na oração pedi para Deus cuidar dele porque ele era uma alma preciosa e fui orando e entregando ele para Deus . Ele concordou e ali na sala de casa , foi uma oração somente em família .. nós quatro ! Seres da terra !! Porque eu sei que Jesus estava lá , haviam muitos anjos também ! Glória a Deus !!! Mas sem nenhuma testemunha , nada de “trombetas”.


E me despedi e fui para o quarto arrumar a cama da minha filha menor então ele me seguiu e pediu um abraço . O abracei , e disse : você pertence a Deus .. o que você pedir a Ele , lhe será concedido .. Eu creio . Naquela hora , chorando e abraçado comigo ele disse : “Eu só tenho um pedido para Deus ! E depois de um tempo calado disse : Eu só quero a minha família de volta ”

Deus me proporcionou a maior alegria , felicidade em dobro conforme Ele havia prometido , veja porque

Quando faziam três meses que eu via a minha família desestruturada , eu olhava para todos os lados e não via solução para aquele tsunami que passava levando todos os meus projetos e sonhos . Porque tudo que era possível a mim , eu já havia feito ! Só que estava impossível , mas quando se torna impossível aí é com Deus ! Ele entra em ação e vai transformando , mudando , acalmando , restituindo .

Um dia,  no meu desespero cheguei a procurar no Google uma palavra de conforto e paz para aquela hora , agora parece até engraçado , mas na hora do sofrimento o que a gente quer é algo que nos traga paz .



Mais de 3.710.000, como escolher uma ? Mas Deus sabia o que eu precisava e estava contemplando do céu tudo aquilo e usou uma pessoa para me mandar naquele exato momento a palavra que eu buscava e o que Ele faria por mim .




Olha o assunto da mensagem !!! Como Deus é perfeito , só Ele sabia o que eu passava , só Ele viu o que eu procurava e para eu ter certeza de que era Ele que falava comigo “tocou” na mente dessa pessoa para que o assunto desse e-mail fosse claro e direto . Hoje quando releio ainda fico paralisada diante da perfeição da glória de Deus .

Essa mensagem entrou no meu coração como uma flecha e ficou “cravada” ali .
Era Deus me falando : “ Filha , estou aqui ! Vejo suas lágrimas , vejo sua fé .. escuto seu clamor e estou entrando com providência na sua vida e nada mais vai ser como foi , seu sofrimento chegou ao fim ! Tudo será mudado e para voce ver que Eu sou Deus , será em dobro ”

Restauração

Aquilo tudo passou , em Setembro ele voltou para casa , como citei acima e hoje minha família está restituída ! Está na paz , alegre e firme na rocha que é Jesus .
Todo sofrimento e dor foi embora e tenho contemplado grandes obras que Deus tem feito no meu lar e como Ele me prometeu ”em dobro” . Para glória do Senhor Jesus Cristo !!!

Sou muito grata a Deus , esta mensagem é mais uma forma que eu tenho de agradecer : “ Muito obrigada Senhor Jesus , o Senhor é a minha força e a minha salvação , o Senhor é a minha alegria , tudo para mim. Deus da minha vida e da minha família . Eu e a minha casa servimos ao Senhor ”

Que Deus faça nas suas vidas , seja em qual área for ... uma obra tão maravilhosa e perfeita , que somente Ele é capaz de fazer . Coloque tudo nas mãos Dele e confie . Não desista !

Disse-lhe Jesus : Não te hei dito que , se creres , verás a glória de Deus ? João 11:40

O reconhecimento do meu marido está sendo diário (e sem trombetas também, rsrs)Nos pequenos detalhes, nos olhares, no cuidado,no carinho, no amor... pode imaginar a minha alegria quando o vi de diácono e me serviu a ceia? Jesus é perfeito mesmo.E todas as vezes que me lembro que no dia que conversamos sobre a volta dele, que ele me pediu perdão, ele me disse no final: Obrigada minha linda esposa, por não desistir de mim!

Então me lembrei que Jesus não desistiu e não desiste de nós, e que eu tomei a minha cruz e a estou levando, hora sorrindo e hora chorando e um dia na glória receberei da mãos do meu Senhor a minha coroa e ajoelhada aos seus pés agradecerei pelas provas, pelas lutas, porque se Ele não tivesse permitido eu não teria tido vitória e não contemplaria o poder da sua glória! 


Jesus, minha inspiração!
Quando eu definia amor, não imaginava a profundidade de um amor incondicional. Me limitei a somente pensar no amor superficial, amor carnal. Amor que não sabia o que era perdão, não sabia o que era mau ou bom.

Que vinha não sei de onde, mas não tinha uma raiz forte, daquelas que jamais se pode arrancar do chão.Quando verdadeiramente conheci o seu amor Jesus, descobri  que o amor é uma luz. Luz forte, verdadeira, luz intensa, luz que clareia qualquer escudirão.Luz que vem do céu em minha direção.Luz que deixou a glória para mudar a minha história, luz que preencheu meu coração, com raízes profundas de perdão.Luz que para continuar brilhando enfrentou uma cruz.

Luz que se entregou sem ao menos pensar em voltar atrás.Luz que não se apagou, mas que por ser amor, derrotou satanás.Essa luz naquela cruz! Isso sim que é amor, amor que veio do trono do Senhor.Jesus, o Senhor é a luz que naquela cruz salvou a minha alma do mal. Hoje entendo o que é o único amor incondicional

Que esse amor tão puro, verdadeiro e real torna os meus dias em manancial. Manancial de águas vivas que correm e fluem em meu ser. Que percorre minhas veias e me leva a cada vez mais Te querer, Manancial que transformou o meu viver, que me dá a certeza que um dia na glória irei Te ver.

 Jesus, seu nome é Emanuel!Jesus, seu nome é Salvador!Jesus, príncipe da Paz!

Jesus, filho do Senhor!Não sou escritora, não sou poetiza, Não sou autora, não sou artista.O que sou, me faz acima de tudo isso.Sou sua filha Jesus Cristo.Assim como o Seu amor me alcançou e preencheu meu coração

Que minha oferta alcance o céu agora, em forma gratidão.

 Amém

Viviane Silva de Moraes.

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More